bate papo

John Green e seus livros

10 nov 2017

Você conhece John Green?

John Green

Ele é um carinha muito simpático e maneiro que consegue se comunicar extremamente bem com a galerinha adolescente. Obviamente não só com eles (porque né, eu li três livros do autor), mas como o foco dos seus livros são o pessoalzinho com 13 – 18 anos, faz sentido ele conseguir ser tão próximo do seu público leitor.

O cara é super presente nas redes sociais e junto com o irmão Hank, John Green toca o canal de youtube VlogBrothers e o podcast Dear Hank & John (obviamente tudo em inglês). Olha uns exemplos aqui embaixo:

Seu primeiro livro Quem é você, Alasca? (2005) completou 10 anos desde seu lançamento e a Intrínseca também lançou a edição comemorativa por aqui. Aliás, a editora publicou todos os livros (solo) já lançados pelo John Green.

  • quem é você, alasca? - john green
  • o teorema katherine - john green
  • cidades de papel - john green

Depois de Alasca, vieram (por ordem de lançamento lá fora): O Teorema Katherine (2006), Cidades de Papel (2008), Will e Will (2010, em parceria com David Levithan e lançado aqui pela Galera Record), A Culpa é das Estrelas (2012), e agora Tartarugas até lá embaixo (2017).

  • will e will - john green, david levithan
  • a culpa é das estrelas - john green
  • tartarugas até lá embaixo - john green

Aqui no Brasil, a Intrínseca lançou A Culpa das Estrelas em 2012, e em 2014 a edição com a capa de filme. Em seguida vieram Cidades de Papel em 2013, e a capa de filme em 2015; O Teorema Katherine, também em 2013. Em 2014 a editora publicou sua primeira edição de Quem é você, Alasca?, que antes era de outra editora. E em 2015, a versão comemorativa dos 10 anos de publicação do livro original.

Além disso tudo, dois dos livros de John Green já até viraram filmes. Eu confesso que não tive coragem de ver A Culpa é das Estrelas, porque já havia sofrido com Hazel e Augustus nos livros, e uma vez é o suficiente. Tenho a impressão que colocar a história em filme ia torná-la ainda mais real.

O outro filme foi baseado em Cidades de Papel, mas confesso que não sei porque ainda não vi. Talvez a coisa toda de uma road trip com adolescentes não tenha me fisgado…

John Green ficou quase seis anos sem lançar um novo livro, trabalhando na história de Aza até ela finalmente chegar até todos nós.

O primeiro livro dele que meio que entrou na minha vida foi A Culpa é das Estrelas, depois do BOOM que ele fez na blogosfera literária. Na época, mesmo o livro não sendo exatamente pra mim, porque já me sentia “velha” e “inadequada” pra faixa etária dos personagens da história, ele estava cheio de frases de efeito bonitas e que me conquistaram.

Depois dele tive MUITOS problemas com Quem é você, Alasca?. Ainda pela questão da diferença de idade, mas os personagens tinham muitas características que me incomodavam e não permitiam que eu criasse um mínimo de interesse ou empatia por eles.

Agora com Tartarugas até lá embaixo John Green conseguiu contar uma história em que eu consegui criar identificação com a personagem principal. Ainda são adolescentes, ainda tem as frases feitas, mas o tema que ele desenvolve bateu bem forte com minha percepção atual da minha vida. Não chego nem perto de estar com os mesmos problemas de Aza, mas é “gostoso” ver um livro expor sentimentos e pensamentos que eu consigo me identificar e entender.

Esses três livros têm resenha aqui no blog e você pode ler minha opinião clicando nos links.


Com esse post eu termino minha participação na semana especial Tartarugas até lá embaixo! Mas a semana ainda tem um post especial lá no Facebook, então dê uma espiadinha lá. ^.~

Até a próxima!

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta