resenha

O Sangue do Olimpo – Rick Riordan

21 nov 2014
Informações

o sangue do olimpo

rick riordan

intrínseca

série os heróis do olimpo #5

438 páginas | 2014

4.5

Design 4.5

História 4.5

Depois de enfrentarem as mais penosas missões, Percy Jackson e os outros tripulantes do Argo II ainda precisam encarar a pior de todas: chegar a Atenas a tempo de impedir que Gaia, a Mãe Terra, desperte. A Atenas Partenos irá para o oeste, enquanto o Argo II seguirá para leste. Os deuses, ainda sofrendo com a dupla personalidade, não podem ajudar. Como os semideuses conseguirão vencer sozinhos um exército de gigantes e impedir uma guerra entre os acampamentos? A viagem para Atenas é perigosa, mas não há outra opção. Eles já sacrificaram muito para chegar aonde estão. E, se Gaia despertar, será o fim.

Design

Último livro mas os comentários sobre o design continuam os mesmos que fiz para A Marca de Atena, só preciso fazer uma adição.

Em toda a série dOs Heróis do Olimpo, os semideuses deixam os EUA e vão tentar salvar o mundo “passeando” por vários países da Europa. Agora, no último livro, me incomodou bastante não ter uma mapa para acompanhar por quais países/cidades eles passaram, e onde aconteceram várias passagens importantes da história. Ia ser muito mais legal se em uma edição futura existisse esse mapa.

Outra coisa que eu espero é que seja lançada uma nova edição como foi feito para a primeira série do Percy Jackson, onde as capas formem um panorama e criem uma estética única e combinada na estante.


História

Um pouquinho da minha história como leitora para vocês, que eu acho que já devo ter comentado em alguma outra resenha, mas bem… Desde pequena sempre fui fascinada pelos deuses gregos. Minha favorita por muitos anos foi Artemis, pelo menos até entender o que castidade realmente significava (hoje em dia gosto muito de Nêmesis e Poseidon também). Conhecia muitos deuses e muitas histórias de mitos (e isso influenciou inclusive meu projeto final da faculdade). Então, minha vida de leitora meio que começou com mitologia grega.

Adiantando um pouco para o futuro, a febre Harry Potter meio que varreu o mundo inteiro eu fui uma das muitas leitoras que se entregou ao mundo dos bruxos de J.K. Rowling. Só que eu já era mais velha do que a maioria dos jovens que descobriu  o maravilhoso mundo da leitura, e Harry era bom, mas nao teve o mesmo peso transformador para mim. Eu já tinha lido Tolkien,Anne Rice e Marion Zimmer Bradley na época.

Minha paixão pelos Young Adults retornou quando eu descobri um livro com uma capa verde e um menino de costas dentro de uma praia segurando um raio nas mãos. Percy Jackson foi pra mim o que Harry Potter foi para muito de vocês. Um reencontro com um tema que eu sempre fui encantada, uma volta aos deuses gregos.

Alguns anos e 10 livros depois é bem doloroso me despedir de personagens por quem desenvolvi um apego possessivo. Imagino que deve ter sido a mesma dor sentida por vários Potter-fans ao longo do mundo e hoje eu entendo como isso machuca.

Também tenho noção que uma série tao longa teria sido melhor “degustada” se eu tivesse deixado para ler tudo de uma vez, um livro atrás do outro. O tempo de demora de lançamento dos livro da série quase faz com que a gente quase esqueça os acontecimentos do livro anterior. Minha experiência foi melhor porque trocava lembranças com meu irmão o tempo todo, mas algumas nuances provavelmente se perderam ao longo do caminho.

O universo de Percy Jackson é bastante amplo, já que Rick Riordan tinha toda uma gama de deuses gregos e suas contrapartes romanas para explorar. Então às vezes era complicado de lembrar o relacionamento de deuses ou o que eles tinham aprontado ou no volume anterior, ou na série anterior. Porque o Tio Rick foi “safadinho” e fez um certo crossover entre as duas séries, trazendo fatos que tinham ficados “esquecidos” lá na primeira, para serem lembrados e afetarem a história atual.

Os Heróis do Olimpo by Viria

O Sangue do Olimpo era um livro que deveria ter levado 5 estrelas mas, desculpem o leve spoiler aqui, não existem capítulos pelo POV de Percy, e eu me permiti tirar meio ponto da nota só por causa disso. Entendam, eu tenho uma certa paixao platônica pelo personagem, e mesmo que ele apareça como personagem de apoio em vário POVs do livro, eu queria Percy à frente a maior parte do tempo possível.

Tudo bem que aqui tivemos a oportunidade de ouvir Nico e Reyna em sua viagem perigosa de volta para o Acampamento Meio-Sangue, e eu gostei de “ouvir” a voz do menino sofredor e ver que ele também merece ser feliz. No caso de Reyna, entra aqui o caso que comentei sobre não lembrar dos livros anteriores. Acho que eu teria experimentado melhor a personagem se eu conseguisse lembrar as passagens que ela cita ao longo da história.

Quanto aos outros três POVs principais fez sentido o autor voltar aos que deram início a toda essa nova série. Jason, Piper e Leo tem papéis bem importantes ao longo da história e são peças chaves na guerra contra Gaia, mas é Leo que consegue ter os momentos mais engraçados e tristes de todo o livro.

A história dos sete semideuses em O Sangue do Olimpo é muito triste e tensa, as escolhas que eles precisam fazer, os obstáculos que precisam enfrentar, e o tempo que tem para ficarem juntos e saber que pode ser a última vez de qualquer um deles, além da responsabilidade de salvar o mundo, de novo, ufa… É muita coisa e muitos sentimentos para um livro só.

giphy1

Por mais que Rick Riordan meio que crie um final satisfatório para todos os personagens, todos sem exceção continuam com um gosto de quero mais, e de que as possibilidades de novas histórias estão ali, esperando para serem criadas. Quem sabe não é o momento de eu começar a escrever fanfics? XD

Estou levemente devastada por ter chegado ao fim (de novo), por ter que me despedir de personagens que amo (de novo), mas espero sinceramente que a nova série que Rick Riordan está escrevendo preencha a lacuna que Percy Jackson está deixando. Mas obviamente sem tirá-lo do lugar de destaque que tem no meu coração.


Até a próxima! o/

banner-resenha-intrinseca_2014

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta