resenha

Geekerela – Ashley Poston

19 jul 2017
Informações

Geekerela

Ashley Poston

intrínseca

série ---

384 páginas | 2017

4.75

Design 5

História 4.5

12

Compre! Amazon

Um divertido romance que traz a clássica história de Cinderela para os dias de hoje.

Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir.

Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas.

Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.

Esta releitura de Cinderela transporta para o universo nerd os principais elementos do clássico conto de fadas, fazendo uma verdadeira homenagem a todos aqueles que sabem o que é ser fã e se dedicar de coração àquilo que amam.

Design

Mais um livro soft touch lotado com minhas impressões digitais gordurosas para entrar na estante! <3 Nada contra isso, porque eu adoro a textura que esse acabamento dá ao toque do livro.

Geekerela é uma capa relativamente simples, que traz praticamente todos os elementos principais da história. O céu de crepúsculo com estrelas de acabamento holográfico, que também foi aplicado no título do livro. Achei super legal a fonte que tem um A que lembra o símbolo que os personagens usavam nas roupas de Star Trek.

star trek - uniformes masculinos

Além disso, a ilustração da capa é toda feita em arte vetorizada e traz o foodtruck onde Elle trabalha junto com Hera, o cabelo pintado de vermelho e óculos de armação grande, o celular de seu pai e o crachá da convenção… o único “chato” é o spoiler sobre a fantasia que ela pretende usar no concurso de cosplay.

A ilustração continua na quarta capa, mostrando o outro lado da história e o ambiente de Darien em seu trailer, sua roupa de Carmindor (que é muito parecida com os uniformes de Star Trek) e o celular que tem a troca de mensagem com Elle.

Cada orelha continua o ambiente de cada personagem. Elle tem sua madrasta e as gêmeas, enquanto Darien tem sua legião de fãs. E ainda não terminamos com a capa! Na parte interna tem uma imagem fotográfica com um arsenal de elementos associados a Elle, na parte da capa, e a Darien, na parte da quarta-capa. São detalhes tão adoráveis e que constroem tanto para um projeto gráfico amarradinho. <3

Na folha de rosto, temos uma ampliação de Elle e Hera junto com o título e o nome da autora. O que nos leva para as aberturas de partes do livro. Todas elas são em página dupla com fundo em chapada de preto e uma textura visual que lembra o céu estrelado/universo. Além do nome da parte, existe um trecho textual do que seria um episódio de Starfield.

Nas aberturas de capítulo, mais estrelas. Eles são sempre identificados com o nome do personagem responsável por contar aquele trecho da história, e os nomes sempre são envolvidos por elementos estelares.

A mancha gráfica é muito bonita, como todos os projetos que a Intrínseca costuma fazer. Com fonte super legível, com ótimo tamanho e entrelinha. As margens também são bem equilibradas e dão uma ótima arejada ao bloco de texto. Além de tudo, tem o cabeçalho com o nome da autora, título do livro e paginação.


História

Ah, como eu estava precisando de um livro assim. <3 Fofo na medida certa, romântico, sofrido, e doce como aquele chocolate quente cremoso que você sempre quer tomar nos dias frios.

GIF hot chocolate

Acho que não me senti assim quentinha desde que li Para todos os garotos que já amei. Provavelmente eu ainda tenho o meu coraçãozinho aberto pros YAs, mas precisam ser os YAs certos!

Uma das coisas que me conquistou DEMAIS em Geekerela é que eu amo “coisas quebradas”, e os dois personagens principais são os principais motivos do livro ter dado tão certo pra mim.

Elle, uma das protagonistas da história, é a enteada indesejada de sua pessimadrasta. Se você acha que já viu alguma coisa assim antes, tenha certeza. A história tem tudo para ser um retell de Cinderela e diversos aspectos da construção de Danielle/Elle.

Além disso, Geekerela mistura alguns clichês que eu adoro acompanhar: a jovem indesejada, deslocada e depressiva; o ódio que vira amor; várias menções a assuntos nerds ao longo da história (mas sem ser chato ou cansativo como em Armada); o carinha fofo, lindo mas inseguro…

Acho que tenho uma queda e uma empatia enorme por personagens que sofrem ou passam por algum tipo de injustiça/bully. Então Elle era um prato cheio pra eu criar identificação e amor. Darien também é altamente gostável em sua busca de si mesmo, ao mesmo tempo que quer evoluir em sua carreira de ator.

O maravilhoso aqui é que Ashley Poston criou a história alternando os capítulos de Elle e Darien o tempo inteiro. Então a gente vai conhecendo e se apaixonando pelos dois ao longo do caminho. E, de certa forma, os dois são muito parecidos. No fim das contas, eles só querem ser amados.

GIF all you need is love

Elle perdeu a mãe muito nova, e depois o pai em um acidente de carro. Ela acabou tendo que morar com a madrasta e suas filhas gêmeas na casa que era dos pais. Só que, como a gente meio que já espera (levando em consideração de onde veio a inspiração da história) o relacionamento das mulheres não é lá muito saudável ou equilibrado.

Elle meio que vira a “empregada” dentro de sua própria casa, sendo relegada às piores coisas e piores comentários de sua madrasta e irmãs postiças. Além disso, ela é a deslocada e estranha da escola.

GIF nerd life

Elle é “nerd absurda”. Além de saber tudo sobre sua série favorita, ela ainda faz comentários sobre outras séries famosas, faz quotes do seriado do Batman vintage (do tipo “Santa barbaridade, Batman”), e sabe o nome de personagens da Marvel/DC. Não é à toa que ela é vista como “estranha”. Eu era vista como estranha na escola pelos mesmos motivos (menos pelos quotes de Batman, porque na minha época já eram meio ridículos).

Nas férias de verão Elle consegue um emprego no foodtruck de Hera, mas a jovem também não parece muito disponível para se tornar uma provável amiga.

Darien é o astro de uma série de/para adolescentes, ídolo teen com abdômem sarado, e conseguiu a oportunidade de ser o protagonista principal em um remake de uma série sci-fi. Seu pai é seu empresário e faz de tudo para conseguir que Darien continue subindo e conseguindo notoriedade. Mas Darien é solitário, não tem amigos de verdade desde que foi traído por um em quem confiava.

O que une Elle e Darien é o amor pela série Starfield. A mesma série que vai virar o filme em que Darien será o personagem principal. Nem Elle ou Darien ainda acreditam que ele será um bom Carmindor. Enquanto Elle acaba contando toda sua opinião negativa em seu blog dedicado à série, Darien tem que esconder do público que na verdade ele é um geek/nerd apaixonado pela série, assim como Elle.

O fofo disso tudo? Eles acabam começando uma conversa e desenvolvendo uma amizade platônica através de troca de mensagens pelo celular. Se você pensar bem, isso chega a ser uma coisa bastante ingênua em tempos de skype/facetime/hangout (e diversos aplicativos de videochat), mas ao mesmo tempo é um tanto romântico.

Trocar mensagens com uma pessoa que você não sabe quem é, nem sabe direito o nome. Você passa a idealizar quem e como essa pessoa deve ser. Óbvio que existe uma grande possibilidade de frustração nisso tudo, mas né… estamos falando de uma ficção aqui, as coisas TÊM que dar certo, não é mesmo? A gente está procurando por um final feliz.

A história vai se desenvolvendo com a troca de mensagens dos dois, as filmagens de Starfield, o plano de Elle de participar da convenção criada por seu pai para ganhar uma grana no concurso de cosplay e finalmente fugir de sua madrastas e irmãs.

E nossa… que irmãs. Chloe e Calliope são vlogueiras de maquiagem, e Chloe é o capeta em pessoa. Dá até pra entender e perdoar o ódio que Elle sente pela menina. É triste demais ver como Chloe faz Elle sofrer “por prazer”, como Catherine é ausente e egoísta, e como Calliope tenta se manter à parte de todas as coisas que acontecem.

GIF sadness sad crying

Tem uma passagem específica entre Chloe e Elle que foi especialmente sofrida. Eu tive que me segurar pra não derramar aquele monte de lágrimas que se acumulou nos meus olhos. Sim, eu tenho dificuldade de lidar com injustiça, mesmo que ela seja ficcional.

De certa forma, acompanhar os dois núcleos da história foi muito fofo e melancólico. Elle e Darien, cada um a sua maneira, são bem melancólicos. Com toda essa coisa de se sentirem solitários em seu fandom. De terem pais ausentes (no caso de Elle, ela nem tem mais os pais). Mas dos dois, eu acho que Elle sofre mais e até tem uma evolução mais interessante como personagem.

Meu único problema com a história foi que Elle e Darien tem vozes muito parecidas, muito provavelmente por toda a carga emocional similar que eles têm. Mas se não houvesse uma separação definida de capítulos, ou situações específicas de cada um, talvez houvesse uma dificuldade de saber quem estava falando.

Fiquei tão felizinha e leve quando cheguei ao final desse livro. Obviamente que existem “pontas soltas” pela própria estrutura da história. Estamos falando de adolescentes prestes a entrar na faculdade, com muitas “aventuras” a serem vividas e vencidas. Mas fiquei satisfeita com tudo.

Então, se a autora for fazer uma continuação como Agora e para sempre, Lara Jean, prefiro não saber e não ler para continuar com esse gostinho doce e romântico que Geekerela deixa no nosso coração. <3


Até a próxima! o/

Onde comprar: Amazon (compras feitas através do link geram uma pequena comissão ao blog ^.~)

Parceria com a Editora Intrínseca

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta