devorados

Devorei em: junho!

4 jul 2017

Junho foi mais um mês produtivo. Entretanto, sendo meio bbk, por mais que eu tenha conseguido ler seis livros, comecei outros três que simplesmente não emplaquei direito.

Já faz algum tempo que estou tentando terminar Biblioteca de Almas e não tá rolando. Não consigo me importar com os personagens ou com a história. A sensação que dá é que já se passou “metade do livro” e nada aconteceu.

Caçador em Fuga está sendo uma decepção. Completamente previsível, os três autores parecem considerar o leitor imbecil, e acima de tudo, um personagem que era pra ser o anti-herói, mas que só parece um idiota agressivo. E por último Minha Vida Fora dos Trilhos parece ser pra uma faixa etária mais nova do que eu estou acostumada a ler, mas posso estar completamente enganada, porque ainda não fui muito adiante na leitura.

Esses provavelmente vou ter que tomar uma atitude agora em julho, mas por enquanto vem conferir meus comentários sobre os livros que consegui ler em junho! ^.^

Devorei em junho 2017

Devorei!

LEIA A RESENHA – Ah… Agora e para sempre, Lara Jean foi uma decepção.. Foi aquele cheirinho de livro que não precisava existir. Aquela sensação gostosa que a autora não sabia bem o que escrever pra agradar o fandom e foi o que deu pra fazer. Eu ainda gosto de Lara Jean, ainda acho que os dois livros anteriores são fofinhos e açucarados, e vou continuar considerando que só eles existem.

Minha primeira experiência com Nora Roberts! A autora tá por aí há tempos e eu ainda não tinha lido nada dela. Curti! É um romance contemporâneo daqueles de gente rica, linda e impossível que a gente adora acompanhar, saber? Com direito a cenas sensuais, mas não tão explícitas quanto uma Sylvia Day. Será que todos os livros dela são nesse estilo e ritmo? Vou ter que ir atrás pra descobrir…

LEIA A RESENHA – Eu terminei a série, e ainda não consegui escrever a última resenha de tão… tão… méh que foi a conclusão e a experiência como um todo dessa trilogia. Foi uma certa decepção com a Claudia Gray, porque eu tinha uma super opinião positiva da série Evernight, mas já fazem alguns anos que eu li. Do jeito que as coisas andam, é capaz que se caísse na minha mão hoje eu talvez não fosse gostar. De qualquer forma, Marguerite conseguiu ficar chata ao longo dos livros, existe muito infodump quando o leitor já sabe da maior parte das regras do universo, eu não consegui comprar o amor de Marguerite/Paul, e o final foi tão sem graça que eu nem sei.

Finalmente fechando a série dOs Bedwyns, que eu ainda não li o primeiro livro :P. E assim, me deixou um pouco decepcionada. Do jeito que Mary Balogh tinha construído o Duque de Bewcastle esse desenvolvimento do romance dele foi meio forçado. Acho que eu esperava tanto mais do personagem, e provavelmente de quem seria sua escolhida que foi um tanto decepcionante o final. Acredito que meu favorito continua sendo o primeiro que li, Ligeiramente Maliciosos.

Outra série que fechei, A Trilogia das Joias Negras demorou para ter seu último volume publicado. Até pensei que a Arqueiro não fosse fechar a série (tipo o que fez com a da Kate Daniels). E foi outro livro que achei o final meio bobo. É um “felizes para sempre”, mas acho que não conseguiu criar a tensão e o “medo” que deveria por estar à beira de uma guerra entre os reinos. Teve muita enrolação. No fim, eu fiquei um pouco chocada em como Anne Bishop gostava de descrever as torturas, execuções e estupros, mas a primeira noite de Jaenelle com seu consorte nem é mencionada direito e é cheia de pudores…


Poucas resenhas no ar dos livros que li, mas junho foi um mês meio complicado. Não consegui encontrar aquele tempo gostoso pra sentar e escrever minhas análises. Mas em algum momento elas aparecem por aqui.

Nos vemos em agosto! ^.~

Até a próxima! o/

*Compras feitas através dos links ajudam o blog com uma pequena comissão. ^.~

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta