Escândalos na Primavera – Lisa Kleypas

Capa

Informações Técnicas

Título
escândalos na primavera
Série
as quatro estações do amor #4
Autor
lisa kleypas
Editora
arqueiro
Páginas
288
Publicado em
2017

Avaliação

3.75
Design
3
História
4.5

Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braçaisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift.

Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado?

Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.

design

Aiai… preciso gastar minha “saliva” e falar sobre a moça decapitada? Acho que não, né? Você não aguenta mais, eu não aguento mais, mas parece que é tendência e vamos viver com isso por algum tempo mais. u.u

Eu já falei do projeto gráfico da série lá no primeiro livro e você pode dar uma olhada. O que temos de “novo” aqui, além da mulher sem cabeça diferente, é o padrão cromático que emula as cores da primavera. Muito verde e rosa, que são tons muito campestres e primaveris.


história

Chegamos na primavera, Pessoa! E ela chega toda escandalosa para a vida de Daisy, a irmã mais nova de Lilian Bowman, agora Condessa Westcliff. É a vez da jovem mais sonhadora e romântica do grupo de ex-encalhadas tentar encontrar um marido. No caso de Daisy isso tem que ser o mais rápido possível, porque senão é seu pai que vai decidir quem será o homem na vida da jovem!

Na verdade ele já decidiu. O pai de Daisy é um homem difícil e acredita que nenhum de seus filhos tem a capacidade necessária para continuar o seu trabalho à frente da empresa da família. Lilian seria uma ótima escolha, se não fosse mulher… (aff, essas coisas machistas do passado… XD) E o homem que o pai de Daisy quer que seja seu herdeiro não é ninguém menos que seu dedicado “secretário” e braço direito, Matthew.

Lillian e Daisy odeiam o rapaz porque acreditam que ele é um simples puxa-saco ambicioso de olho na empresa do pai. Mas antes que Daisy possa conhecer um possível pretendente ela acaba encontrando com Matthew no poço de desejos da propriedade de Westcliff. E Matthew não é nada do que ela se lembrava.

Sabem aquela história do patinho feio? Matthew é o patinho da vez. O rapaz aprendeu a se vestir melhor, a cuidar do corte do cabelo, e finalmente saiu da “adolescência”, o que significa que ele é um pedaço de mau caminho na vida de Daisy.

O que eu mais gostei (e me identifiquei) com a jovem é o quanto ela vive em um mundo extremamente particular e prefere a companhia de livros do que da sociedade londrina como um todo. <3 Mas ela quase fica superficial quando passa a se interessar por Matthew depois do seu “extreme makeover”. De certa forma eu relevei essa questão na personalidade de Daisy porque o relacionamento dela com Matthew é muito bonitinho.

Principalmente porque ele não sabia dos planos do pai da jovem para casar os dois. Tanto Daisy quanto Lilian acreditavam que Matthew estava envolvido nesse plano “sórdido”, mas ele realmente não tinha nada a ver com isso. E apesar de se sentir extremamente feliz pela possibilidade de se casar com Daisy, na verdade, essa é a última coisa que ele quer. Matthew tem alguma coisa no seu passado que ele não quer trazer à tona, e se assumir seu amor por Daisy e ficar com ela pode destruir tudo que ele construiu.

Existem algumas viradas na história do jeito que Lisa Kleypas fez com todas as meninas dessa série, e eu gostei bastante que ela não seguiu a linha “normal” de trazer um motivo de tensão, separar o casal, e depois fazer com que voltem a ficar juntos. Mas uma cena quase no final me deixou realmente apreensiva.

Sabe uma coisa que todos os romances de época que li até agora me ensinaram? Que ninguém casava realmente virgem. Praticamente todas as mocinhas acabam escolhendo perder suas virgindades com os homens que amam, algumas inclusive sem ter a certeza de que vão ficar com eles. Eu acho isso super interessante porque é a vontade delas nas histórias que contam. São elas que querem descobrir suas sexualidades e se render ao desejo dos próprios corpos. Se isso reflete uma verdade da época eu confesso que não sei, mas gosto de ver esse “empoderamento” e liberdade de escolha nas personagens que acompanhei até hoje.

As Quatro Estações do Amor foi uma série que não começou muito bem pra mim. Eu não gostei muito do primeiro casal, e fiquei apreensiva que os livros seguintes não conseguissem sustentar a série. Ainda bem que foi só o primeiro. Todos os outros três foram muito bons, com desenvolvimento dos personagens, com participações de todas as jovens nas histórias de suas amigas, e mostrando que o laço entre elas realmente era forte o suficiente para que permanecessem juntas, mesmo depois que cada uma ia encontrando sua felicidade.

Agora que a série acabou, acho que dá para dizer que Daisy/Matthew acabaram sendo meu casal favorito, seguido de Eve/St. Vincent, Lillian/Westcliff, e por último Annabelle/Simon. Primavera, Inverno, Outono e Verão, a ordem inversa de lançamento. Aparentemente, na minha opinião, a série foi ganhando em qualidade ao longo de todas as estações.

Muito bem, mais uma série de romance de época terminada, vamos para a próxima! \o/ <3


Até a próxima! o/

onde comprar: Amazon (compras feitas através do link geram uma pequena comissão ao blog ^.~)

Quer parafrasear também?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*