eventos

LeYa na Estrada – Rio – 2016

5 maio 2016

Olá, Pessoas! Dia 2 de maio foi o encontro LeYa na Estrada aqui no Rio de Janeiro. Isso mesmo, em uma segunda-feira, na Cultura do Centro do Rio, um dos bairros mais perigosos da cidade para se passear à noite. Mas é eventinho, é novidade, vamos correr o risco entre os crackudos e os pivetes de rua! \o/

Zoação à parte, o Centro não é um bairro para se dar mole depois do horário de expediente normal de trabalho, então peguei meu marido pelo braço e fomos nos aventurar na noite literária carioca.

00_leya-na-estrada

Com apresentação do Affonso Solano, autor e curador da LeYa para assuntos fantasísticos, e do Rômulo Medina, responsável do marketing da editora, o auditório quase lotado viu algumas informações sobre lançamentos e decisões editoriais que são tomadas durante a produção dos livros. Vou ficar devendo muitas oficializações de datas dos lançamentos. Uma das coisas que explicaram ao longo da apresentação é que datas dependem muito de vários outros livros que estão agendados ao longo do ano. Então, quando aparecer alguma informação aqui no post é uma previsão daquelas que você não coloca a ferro e fogo, ok? ^.~

Vale uma informação que meu celular não é lá essas coisas para tirar fotos, principalmente em locais com uma iluminação bizarra e projeções de apresentações. Então acreditem no que eu disser que tem na foto e vem comigo! o/


Um dos primeiros lançamentos de fantasia urbana do ano, A Torre (que já foi resenhado no blog) foi um dos livros que os apresentadores falaram sobre o processo criativo da capa. Nas próximas imagens (acreditem) vocês podem ver a capa final, que já está em todas as livrarias, e os dois conceitos que foram mostrados e evoluídos para chegar na última versão.

01_a-torre

Affonso disse que a primeira versão tinha uma pegada muito próxima de jogos de video game e não passava a ideia de uma fantasia urbana com certo grau sombrio. E vamos combinar, nem do ar britânico que permeia a história. Acreditem, essa capa vermelha aqui embaixo não estava tão legal. :P

02_a-torre

A segunda versão é bem mais próxima do resultado final, mas a escolha da fonte ainda não estava acertada, então ela precisou passar por um refino final. Mas o brasão e o padrão cromático foram mantidos na versão final.

03_a-torre

No começo do ano também foi lançado o último volume da série O Trono do Sol. Originalmente, A Magia da Aurora já havia sido lançado em formato digital, mas agora ele chegou às livrarias em formato físico para os fãs completarem a coleção (obrigada, apesar de eu nem ter começado a ler).

04_trono-sol

Para todo mundo que está Defying Gravity e esperando os preços das passagens para São Paulo diminuírem para assistir o espetáculo Wicked, já podem se preparar lendo o livro em que o musical foi baseado. Wicked, de Gregory Maguire, é um dos lançamentos de maio da editora, e faz parte de uma série que reconta a história de Dorothy e do Mágico de Oz. Eu já li há alguns anos, mas confesso que não lembro muito além de ter ficado chocada com alguns temas abordados no livro.

05_wicked

A Canção do Sangue - Anthony RyanEm 2014 a LeYa lançou uma chaproca (traduzindo: 640 páginas) chamada A Canção do Sangue, o primeiro livro da série de Anthony Ryan. Na época, eu recebi o e-book para ler, mas lembro que a capa era meio genérica, com seu cavaleiro medieval segurando uma espada. Acho que isso não ajudou nas vendas porque, agora, com o lançamento do segundo volume, O Senhor da Torre, a editora investiu em uma nova identidade visual e na contratação de um ilustrador para criar o clima que os livros merecem.

Esses livros também receberam slides especiais, para mostrar a evolução da ideia das ilustrações, de um speed painting, ao refino e arte final para a capa de O Senhor da Torre.

06_cancao-sangue

Um dos únicos lançamentos que eu não tirei foto (vai saber porquê, devo ter me desconcentrado anotando coisas) foi World of Warcraft: Crônica ~Volume 1. O livro que fala sobre o lore do meu jogo favorito já está nas livrarias e eu pude ver com as mãos. Capa dura e um tratamento belíssimo para o projeto gráfico, além de papel couchê para o miolo. O preço está um pouco salgado, R$89,90, principalmente sabendo que será um trilogia… Poupancinha do Warcraft começando assim que eu voltar a trabalhar.

world of warcraft: crônicas

Apesar de ter achado o projeto lindo, como fã de WoW, preciso “reclamar” da arte da capa. WoW sempre foi um jogo com personagens cartoonizados, com cores vibrantes e nunca teve um apelo sombrio. O jogo da Blizzard que tem esse clima é Diablo, e é exatamente essa impressão que a imagem me passa, que vou ler um livro de Diablo. Fica aí a chamada para que os próximos volumes tenham uma nova visão para as capas.

Outra série de fantasia urbana que chega ainda esse ano é Miriam Black, de Chuck Wendig. Até o momento a série conta com três livros lançados e tem previsão de um total de cinco. A intenção aqui foi de manter o nome original dos livros, por uma questão “fonética” (porque soa mais bonito em inglês :P) e porque aqui no Brasil a maioria das pessoas não conhece os pássaros por seus nomes. Por exemplo, Blackbirds, o primeiro livro, seria traduzido como Melro e eu tive que dar um Google para saber quem ele era. Uma curiosidade, todos os livros da série são nomeado como pássaros pretos, considerados “arautos” de más notícias.

07_blackbirds

Depois de finalizar a trilogia A Saga do Assassino, a LeYa vai lançar lá para outubro/novembro uma nova série de Robin Hobb, Liveship Traders. Esta também é uma trilogia que se passa no mesmo universo de A Saga do Assassino, só que agora girando em torno de navios e da madeira mágica nos quais foram feitos. Engraçado que agora está vários livros de pirataria e navegação lá nos EUA, se vocês acompanham o Goodreads, por exemplo, dá para ver algumas capas com essa pegada. E Robin Hobb já tinha lançado Ship of Magic lá pelos idos de 1998.

08_ship-magic

Mais um livro para os fãs de quadrinhos, Superman: Uma Biografia não autorizada, de Glen Weldon, vai se juntar aos dois romances de Batman e do próprio Superman, lançados pelo ex-selo Fantasy. O livro não é um romance, mas mais uma história de como o personagem foi criado e sua evolução ao longo do tempo.

09_superman

Um livro que me pareceu ser um YA no meio de tanta fantasia é O Enigma de Blackthorn, de Kevin Sands. O segundo livro deve ser lançado esse ano lá fora. A curiosidade aqui foi em questão de adaptações de linguagem. No original, o personagem é aprendiz de um apothecary, que em tradução direta/lvre é boticário, que não é a loja de perfumes. O medo aqui foi criar uma associação direta com a marca que todo mundo já conhece e diminuir o sentido da história, pensando que o personagem fosse um “perfumista”. Acontece que não foi possível encontrar nenhum sinônimo bom o suficiente para a palavra original, nem mesmo um neologismo ficou interessante (apotecário). Então vai ser boticário mesmo.

10_enigma-blackthorn

Em novembro passado, provavelmente aproveitando o hype que o novo filme de Star Wars estava gerando, a LeYa lançou o Almanaque Jedi, escrito por participantes do Conselho Jedi do Brasil. Agora a promessa é dO Livro Definitivo dos Trekkers (título provisório), escrito por Salvador Nogueira. Ainda não tem capa, não tem sinopse, mas tem minha foto maneira para vocês, e para ocupar mais um pouco do post.

11_livro-trekkers

Outro investimento em YA, previsto para o meio do segundo semestre (Bienal, talvez?) é O Programa, da Suzanne Young. Se você estava com saudade de uma distopia, talvez possa dar uma chance para o díptico da autora (pelo menos lá fora parece só haver dois volumes). Só achei um pouco pesado o tema principal do livro, que gira em torno de uma epidemia de suicídio entre os jovens, e para evitar que eles realmente se matem, eles são enviados para o Programa, onde são curados, mas perdem todas as memórias.

Houve uma reclamação geral sobre a capa original do livro, e uma solicitação para que fosse mudada. Particularmente eu não vi problema nenhum com ela…

12_o-programa

Um lançamentos para quem gosta do estilo de fantasia de Neil Gaiman, A Biblioteca de Monte Char, de Scott Hawkins, tem todos os elementos fantásticos e misteriosos que todos conhecem do criador de Sandman.

13_biblioteca-monte-char

Agora Chuck Palahniuk. Taí um autor que eu sempre tive curiosidade de ler, e a LeYa meio que tem os direitos de muitos dos livros dele lançados por aqui. As novidades são a graphic novel de O Clube da Luta 2, que vai ser lançado com tratamento de luxo e capa dura. Além disso, Clube da Luta vai fazer 20 anos de aniversário de lançamento e eles estão se preparando para comemorar a data. Haunted (Assombrado) era da Rocco mas agora vai ser relançado pela LeYa; além de uma coletânea de contos chamada Make Something Up. Por último, Lullaby (Cantiga de Ninar), que estava esgotado ou fora de catálogo (agora não lembro bem) e também era da Rocco, vai sair até o fim do ano ou em 2017.

14_chuck-palahniuk

A continuação da série Saga do Fim do Mundo, de Gillian “Dana Scully” Anderson, Um Sonho de Gelo, também sai até o fim do ano. Affonso disse que a intenção é fazer uma capa nacional, principalmente porque não temos o costume de lançar artes com o nome do autor com tanto peso como na capa original. Olha… eu tenho minhas dúvidas quanto a essa afirmação do curador da LeYa (cof cof MARTIN cof cof), mas vou deixar quieto. XD

15_sonho-gelo

Para os fãs de RPG tem a biografia do criador do sistema D&D, Dungeons and Dragons: O Império da Imaginação, de Michael Witwer. Nesse livro Affonso comentou que a ideia para a capa foi manter a conexão com um grimório do tradicional jogo.

16_dungeons-dragons

FINALMENTE uma previsão para o lançamento do último volume da trilogia Mistborn, O Herói das Eras. O livro de Brandon Sanderson deve sair no segundo semestre e fecha a história de Vin. Deve ser mais uma chaproca de respeito, mas o universo de Sanderson é tão bom (apesar de ter alguns momentos bem lentos) que eu não me importo muito de atravessar 500+ páginas para finalizar o livro e a série.

17_heroi-eras

Se você sentiu falta de sci-fi na lista de novidades, não fique triste. A editora vai lançar uma trilogia de Alien: Out of the Shadows, de Tim Lebbon. Como eu não conheço direito a série de filmes (desculpa aí, não lido bem com extraterrestre assassinos e carnívoros em filmes de terror/horror), não sei dizer se os livros são roteiros romantizados ou novas histórias dentro do universo do etzão. Só tenho para dizer que a capa é bem bizarrinha e vai agradar os fãs do concept artist e ilustrador H.R. Giger.

18_alien

Penúltimas novidades. Não podia faltar alguma coisa de George R.R. Martin no evento, não é mesmo? Não, não tem previsão de quando sai Winds of Winter, mas a editora vai lançar uma coletânea de contos organizada pelo autor chamada Dangerous Women. Dos autores listados como colaboradores eu conheço: Joe Abercrombie (de O Poder da Espada), Megan Abbott (de A Febre), Brandon Sanderson (de Mistborn), Lev Grossman (de Os Magos), Diana Gabaldon (de Outlander), e Sherrilyn Kenyon (de Amante da Fantasia).

19_dungerous-women

Mais uma graphic novel do mundo de Gelo e Fogo também vai ser lançada. O Cavaleiro dos Sete Reinos (que tem resenha do romance aqui no blog) vai sair agora em uma versão ilustrada para os fãs que também gostam das histórias em quadrinhos do universo do Martin.

20_cavaleiro-7-reinos

E para quem curte a série (infinita) de Wild Cards, além do lançamento do quinto volume Jogo Sujo, a editora avisa que a intenção a partir de agora é lançar três volumes da saga por ano. Ou seja, ainda tem tempo para mais dois livros dos Aces e Coringas até 2016 acabar.

21_wild-cards

Uma pergunta feita durante o evento foi sobre o segundo livro da série A Cidade Solitária, que começou com A Joia (que tem resenha no blog). Rômulo evitou responder mas disse que “novidades em breve”. ¯\_(ツ)_/¯

A última notícia da noite veio de Affonso Solano e sua série O Espadachim de Carvão (com resenha do primeiro e do segundo aqui). O terceiro livro tem previsão de ser lançado no primeiro semestre de 2017 e não existe uma ideia de quantidade total de volumes para a saga de Adapak. A intenção de Solano é criar uma série interessante como a do personagem Conan, do qual é fã, e dar a possibilidade de crescimento e expansão ao mundo de Kurgala como foi feito com o do Cimério.

E para os que ficaram curiosos sobre o presente que todos os participantes levaram para casa, a sacola da LeYa veio com o primeiro volume de A Canção do Sangue com a nova capa, uma bússola, caneta e um mapa de Westeros/Essos em tecido!

leya_cancao-sangue-div


Por hoje é só! ^.^

Até a próxima! o/

Você também vai gostar

3 Comentários

  • Responder DSousa 21 jul 2016 at 07:48

    Em dezembro eles anunciaram que O Herói das Eras sairia no terceiro trimestre. Essa conversa de “sai no segundo semestre” tá me cheirando a atraso.

    • Responder Samara Maima 21 jul 2016 at 15:16

      É DSousa… é complicado ficar na expectativa de um livro que está prometido e não sai nunca… Sei como você se sente. =/

  • Responder Nerds Sem Grana 20 maio 2016 at 02:31

    Sensacional, muito bem escrito!
    Parabéns!

  • Deixe uma resposta