resenha

Ardente | Em Chamas – Sylvia Day

14 jul 2015
Informações

ardente | em chamas

sylvia day

paralela

série after

217 páginas | 2015

3.75

Design 3.5

História 4

Nunca misture trabalho com prazer. Nunca fale de política dentro do quarto. De certa forma, no momento em que me tornei amante de Jackson Rutledge, fiz exatamente essas duas coisas. E não posso dizer que foi por falta de aviso. Dois anos depois, ele voltou. Mas eu não era mais a garotinha que ele havia conhecido, enquanto ele não mudara nada. Ao contrário da última vez em que nos esbarramos, eu sabia exatamente com quem estava lidando… e quão viciante seu toque poderia ser. Só que desta vez eu conhecia as regras do jogo. No ambiente competitivo e impiedoso do mundo dos negócios, há uma regra que vale para todo mundo: mantenha seus inimigos por perto, e seus ex amantes mais perto ainda.

Design

Uma das coisas que eu mais gostei na editora Paralela é que ela criou uma certa identidade para os livros da Sylvia Day. Todos os que já foram lançados até agora tem o mesmo padrão de capa, com objetos “genéricos” mas relacionados à história. É assim na série Crossfire, na Renegade Angels, e agora em Ardente|Em Chamas.

Eu gosto bastante. É uma forma de criar uma fácil identificação da autora, porque um livro com um objeto qualquer na capa muito provavelmente vai ser da Sylvia Day. :P

Entretanto… eu não curto a capa da “duologia”. Acho festiva demais, tem cara de carnaval ou ano novo, com esse fundo branco e esses sapatos dourados e porpurinados. Aliás, qual é o lance dos personagens da Sylvia Day com sapatos? É Louboutin para cá, Jimmy Choo para lá… fui procurar imagens dos sapatos desses designers, e ok, são “phynos”, mas são sempre altíssimos, não parecem ser confortáveis e não fazem a minha cabeça. :P

Bem, se você quiser maiores informações sobre o projeto gráfico, já falei sobre o verniz e acabamento da capa e layouts do miolo na minha primeira resenha de livros da Sylvia Day. Confere lá, que está tudo explicadinho. ^.~


História

E eu estava com saudade de Sylvia Day! \o/ Até já comprei o quarto volume de Crossfire, mas com a minha eterna e inacabável fila de leitura ainda não consegui encaixar Somente Sua. Não consegui nem terminar Cinquenta Tons, e agora eu até já posso ler porque já terminei A Dança dos Dragões! >o<

Então, sim, foi muito legal ler Ardente|Em Chamas. Diferente da série Crossfire, onde temos dois personagens muito densos e probleminhas, Gianna e Jax são bem mais tranquilos. Eles só tem, talvez, amor demais, orgulho demais, mágoa demais, e medo demais de se comprometer. :P

Fui fazer uma pequena pesquisa com a ajuda do tio Google para tentar definir o que é Ardente|Em Chamas. Lá fora, mais do que aqui eu acredito, existem diferentes definições e nomenclaturas para o tamanho da história que um autor escreve. Dependendo da quantidade de palavras/páginas o livro pode ser uma short story, novellete, novella ou novel, não sei se temos o equivalente de categorias aqui no Brasil. De qualquer forma, olhando a quantidade de páginas do livro original no Goodreads, Ardente|Em Chamas individualmente se encaixariam em uma novellete, por terem menos de 100 páginas cada.

Qual é o lance aqui? Sylvia Day lançou Afterburn e Aftershock separadamente e a Paralela juntou as duas novelletes e montou um livro só. O que é muito mais prático, você consegue ler a história de uma vez em um livro.

Quanto a história, bem, é Sylvia Day, então esperem cenas bem quentes, com muito sexo descritivo. Só que, apesar de ter gostado do desenvolvimento dos personagens, levando em consideração que é uma história bem mais concisa, tive um certo problema com Ginna.

A premissa da história é que ela se apaixonou por Jackson e foi traída por ele. Tudo o que ela quer é uma oportunidade de se “vingar” e encontra em Lee, sua chefe, a pessoa com o mesmo perfil de “mulher abandonada”. Só que quando Jax surge novamente na vida de Gianna e estala os dedos, praticamente acaba o “ódio” que a moça sentia pelo cara e ela volta com ele, como se nada tivesse afetado ou mudado seus sentimentos.

Aí Gianna passa a fazer o que toda mulher apaixonada pelo “homem errado” tenta fazer, mudar o cara… Mas bem, temos cenas de sexo, e isso deve ser o suficiente para movimentar e impulsionar a história. :P

Não fosse por esse pequeno deslize da personagem, que não se mantém firme em sua decisão, eu teria dado uma nota maior para o livro. Além disso, o que garante pontos altos são os irmãos e família de Gianna, que são coadjuvantes deliciosos, pouco desenvolvidos, mas que dão mais corpo para história.

O fato de o romance não ser tão “difícil” quanto o relacionamento de Eva e Gideon também mantém os pontos altos de Ardente|Em Chamas. De resto é Sylvia Day, e não precisa muito de apresentação. <3

O livro é bem rapidinho de ler, bastante envolvente, e deixa aquela sensação de que a autora poderia fazer outras novellas com os irmãos de Gianna, que ainda não estão comprometidos.

Se você quiser saber mais sobre de onde tirei as informações sobre o tamanho e nomenclatura dos livros, minha referência foi essa aqui.


Até a próxima! o/

banner-resenha-bcl

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta