resenha

De Repente, O Desejo – Susan Fox

4 ago 2014
Informações

de repente, o desejo

susan fox

única

série wild ride to love / irmãs fallon #4

384 páginas | 2013

3.5

Design 4

História 3

Merilee Fallon está para se casar quando começa a se sentir incomodada com a situação. Apaixonada desde os sete anos por Matt, ela sempre sentiu que ele era sua alma-gêmea até que ela vê suas irmãs chegando para o casamento. Todas apaixonadas, vivendo fortes emoções. Ela também queria aquilo, viver uma paixão louca, encontrar um cara que lutasse por ela. Esse casamento pode estar com as horas contadas! Matt sempre planejou a vida ao lado de Merilee, e a chegada do casamento só reforça seu amor por ela. Mas quando Merilee entra em crise pré-casamento e decide adiar tudo, ele fica sem chão. Qual seria a maneira de tentar reconquistar o amor de sua vida? No último volume da saga das Fallon, acompanhe o fechamento dessa incrível história, na qual o amor, o cara ideal, o destino e o desejo acertaram em cheio o coração dessas lindas irmãs!

Design

Mantenho minha opinião sobre o design do livro que falei na primeira resenha, só tive a impressão quando vi essa capa pela primeira vez de que a modelo era a Isis Valverde, olha a foto da moça, comparem e vejam se eu sou doida. XD

isis-valverde-dicas-beleza-verao-36924


História

Mais uma série concluída no blog! \o/ Definitivamente, Susan Fox foi uma ótima descoberta e conseguiu criar uma série maravilhosa sobre descobrimento, amadurecimento, amor e sexo.

O série deixa um pouco a desejar neste volume de encerramento, mas acho que, dos quatro livros, este trata ainda mais de amadurecimento e descoberta do que os anteriores.

Finalmente o casamento de Matt e Merilee se aproxima, só que a jovem está extremamente mexida com as realizações amorosas de suas irmãs mais velhas. Merilee começa a se questionar se a decisão de se casar com Matt, seu amor de infância, foi a mais acertada. Além de se perguntar se eles possuem realmente uma paixão um pelo outro.

A questão aqui é que os dois são muito jovens, ambos com 21 anos, e estão juntos desde os sete anos de idade. Cresceram juntos e são a metade de um todo, M&M. Mas aos mesmo tempo eles não sabem quem são individualmente, além de não se conhecerem de verdade. Todas as experiências que tiveram na vida foi um com o outro, e isso angustia Merilee ao se comparar com suas irmãs completamente “ativas” e independentes.

Merilee inveja os relacionamentos das irmãs e ao invés de conversar com Matt sobre isso simplesmente surta e cancela o casamento! O.O E assim os dois partem em uma jornada juntos, mas separados, para descobrir quem são sem sua metade e se eles realmente precisam (ou podem) passar a “eternidade” juntos.

É uma história sobre romances desgastados, imaturidade e falta de diálogo. Entre Merilee e Matt fiquei com a sensação de que ele foi o que mais mudou e melhorou ao longo da história, mas ao mesmo tempo me perguntei se isso não foi um desbalanceamento entre o casal.

Na minha opinião, se os dois se complementavam tanto e eram “melhores amigos” além de companheiros e amantes, TUDO podia ter sido resolvido com diálogo. 14 anos juntos, descobrindo o amor e o sexo juntos e nenhum dos dois achou que era interessante discutir suas preferências e interesses? O.o Abrir o jogo, dizer o que pensa e o que deseja, essa é uma das vantagens de um casal que está realmente sintonizado.

Passei boa parte do livro querendo dar uns tapas na cara da Merilee e a outra metade querendo sacudir a garota. Posso correr o risco de soar machista, mas todo “climão” e problemas do livro foram culpa dela por simplesmente “desejar” que Matt fizesse coisas ou tomasse tais atitudes sem dizer para o carinha. Meldelz, ela não precisava de um noivo, mas de uma bola de cristal ou do Google! >.<

Então eu preferia os capítulos que seguiam o PoV do Matt e torcia para que os de Merilee não se arrastassem em longos debates internos de baixa autoestima.

Quanto às cenas quentes, fiquei com a impressão que este foi o que teve menos momentos íntimos do casal, mas foi o único com menção e uso de “brinquedos”, se é que vocês me entendem… XD

Como eu disse, adorei a série, e por mais que Matt seja um gatinho maravilhoso, meu livro favorito continua sendo De repente, o amor. ^.^


Até a próxima! o/

banner-resenha-unica

Você também vai gostar

1 comentário

  • Responder Camille 5 ago 2014 at 10:49

    Minha teoria segue a sua. Acho que é a Isis disfarçada. Será?
    Sobre o livro, eu amei os outros da série, mas esse achei que ia ser bem mais quente, mais hot, e foi um saco a M perturbando a paz. :~

  • Deixe uma resposta