resenha

Estranha Perfeição – Abbi Glines

17 jul 2014
Informações

estranha perfeição

abbi glines

arqueiro

série perfeição #1

240 páginas | 2014

4

Design 3.5

História 4.5

Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição. Se você é fã da série Sem Limites, vai adorar este delicioso romance ambientado no mesmo universo sedutor criado por Abbi Glines.

Design

Mais um projeto correto de design da Arqueiro, mas depois do trabalho mais elaborado que tiveram para as capas de Paixão e Tentação sem Limites, não entendi porque utilizar a capa original. Tudo bem que o casal tá bonitinho na foto, mas não gosto desse desfocado e desse efeito de “névoa” que tem na capa. =/ #partiuSauna

Preferia tanto mais que tivesse sido feito um projeto mais “autoral”, para manter a proposta de uma identidade “brazuca” para a série. Pelo menos é possível encontrar o mesmo padrão nas fontes principais do título e do nome da autora. A “marca” do spin-off fica a cargo da palavra “estranha” em letra mais cursiva. Só não sei se precisava do texto “autora de paixão sem limites”… na quarta-capa já tem as imagens dos outros livros. Sem esse texto a capa iria ficar um pouco mais leve.

De resto, minha opinião sobre o miolo é a mesma de Paixão sem Limites, confere lá.

Para fechar, foi muito legal ter encartado no comecinho do livro uma sugestão de playlist para acompanhar a leitura. Só musicão com Adele, Xstina Aguilera, Miley Cyrus, Katy Perry… Vale a pena ouvir todas!


História

Não sei se vocês lembram, mas minhas resenhas dos livros anteriores da Abbi Glines garantiram uma nota mediana para a história. Muito provavelmente culpa dos personagens principais, Rush&Blaire, que, apesar das faíscas, não tem uma química tão envolvente nem atitudes que me interessassem. Sério?! Sexo sem proteção?! Ah, vá…

A coisa muda totalmente de figura neste spin-off da série principal. Glines pega um dos personagens secundários de Sem Limites e o coloca no centro dos holofotes da série Perfeição. E na minha opinião essa foi uma ótima decisão para a história.

Della é uma moça doce que está tentando experimentar a vida depois de uma juventude conturbada. Durante sua roadtrip, seu carro fica sem gasolina e ela esbarra em um gostoso gatinho que se oferece para ajudá-la. Woods não acredita na sua sorte ao esbarrar com uma moça que não sabe abastecer o próprio carro (?!) no posto de gasolina e, pensando em se dar bem por uma noite, se oferece para ajudá-la. Depois de uma noite alucinante entre os dois, o que Woods e Della menos esperam é um dia se reencontrarem. Em Rosemary. No country club da família de Woods.

Woods, muito mais do que Rush, chamou minha atenção na história de Blaire. Mais centrado e objetivo, ele parecia um personagem muito mais interessante do que o badboy. Além disso, seu background também é mais legal de se acompanhar. A vontade de herdar o negócio da família, de se mostrar uma pessoa mais parecida com o avô que admirava do que com o pai controlador…

Acho que Abbi Glines gosta de criar personagens femininas pseudo-independentes. Della, o par de Woods, é tão quebrada que, apesar de sua tentativa de enfrentar o mundo, está na cara que o que precisa é de alguém que queira cuidar dela. Ao tentar encontrar seu espaço no mundo, descobrir novas experiências e fugir do controle da mãe e de tudo que a loucura dela “estragou” em sua vida, Della encontra Woods. E acaba se tornando o catalisador para o espírito protetor do rapaz.

A química dos dois é deliciosa de se acompanhar e a autora assumiu o erótico neste livro. A história quase fica de lado para abrir espaço para as cenas entre Della e Woods, mas pelo menos, na hora do clímax da narrativa, as coisas não desandam como em Sem Limites e o resultado final é impactante, com direito a um gancho muito instigante para o próximo livro.

Se eu tivesse que escolher, Woods dá de 10 a 0 em Rush no quesito homem interessante. O mesmo pode ser dito de Della, que mesmo em sua ingenuidade, que pode ser comparada com a de Blaire, consegue ser mais legal do que a loira.

Aguardando ansiosamente a conclusão do romance dos dois no próximo livro, que tem previsão só para janeiro de 2015! T_T #voltaWoods


Até a próxima! o/

banner-resenha-arqueiro

 

Você também vai gostar

2 Comentários

  • Responder Ize Chi 18 jul 2014 at 13:31

    Eu também preferi essa série à original! O Woods age muito melhor que o Rush, que é um babaca toda hora por conta da irmã…
    tem uma outra também muito boa, que é com o outro irmão (já esqueci os nomes… Faz tempo que li) e que ficou de ter continuação também. Li tudo em inglês, mas nem tinha sido lançado. A essa altura já deve ter sido, e eu preciso reler para lembrar rsrs

    • Responder Samara Maima 21 jul 2014 at 19:45

      Oi Ize! A Arqueiro já anunciou que tem previsão de lançar todos os livros dessas séries da Abbi Glines, e o outro irmão é o Grant, se não me engano. ^.~

    Deixe uma resposta