resenha

O Cavaleiro dos Sete Reinos – George R.R. Martin

27 jun 2014
Informações

o cavaleiro dos sete reinos

george r.r. martin

leya

série histórias do mundo de gelo e fogo #1

416 páginas | 2014

1.75

Design 0

História 3.5

14

Duzentos anos após a Conquista, a dinastia Targaryen vive seu auge. Os Sete Reinos de Westeros atravessam um tempo de relativa paz, nos últimos anos do reinado do Bom Rei Daeron. É neste cenário que Dunk, um menino pobre da Baixada das Pulgas , tem uma chance única: deixar a vida miserável em Porto Real para se tornar escudeiro de um cavaleiro andante. Quando adulto, o cavaleiro morre e Dunk decide tomar seu lugar e fazer fama no torneio de Campina de Vaufreixo. É quando conhece Egg, um menino de dez anos, cabeça totalmente raspada, que é muito mais do que aparenta ser. Dunk aceita Egg como seu escudeiro e, juntos, viajam por Westeros em busca de trabalho e aventuras. Uma grande amizade nasce entre eles – uma amizade pela vida toda, mesmo quando, anos mais tarde, os dois personagens assumem papéis centrais na estrutura de poder dos Sete Reinos. As aventuras de Dunk e Egg trazem para os fãs de As Crônicas de Gelo e Fogo a oportunidade única de vivenciar outro momento da história de Westeros, de conhecer e analisar fatos que teriam desdobramentos noventa anos depois, na guerra dos tronos.

design

Livro digital, portanto, sem avaliação de design.


história

 O Cavaleiro dos Sete Reinos é uma coletânea de três contos escritos por MARTIN e se passam anos antes da guerra liderada por Robert Baratheon para destronar o Rei Louco. Mas, se você espera uma prequel que explique um pouco mais da história de Westeros, os primeiros filhos, o porquê da muralha, um pouco sobre Valíria… esqueça, não é bem isso que você vai encontrar aqui.

A história gira em torno de Dunk, ou Sor Duncan, o Alto. Ele ainda é um rapaz no primeiro conto, que acabou de ser nomeado Sor por seu antigo mestre, de quem era escudeiro. O velho cavaleiro sucumbe a uma gripe e Dunk enterra seu mentor na beira da estrada, “herdando” todos os seus pertences.

As primeiras coisas que Dunk precisa agora são dinheiro e um pouco de fama, para poder oferecer seus serviços como cavaleiro andante. Por isso, ele se dirige para a Campina de Vaufreixo, para um torneio que ocorrerá lá. No caminho, em uma taverna, Dunk esbarra com um nobre bêbado e um menino petulante e careca, com impressionantes olhos púrpuras.

O menino se oferece para ser escudeiro de Dunk, mas o rapaz recusa. No local do torneio, ele descobre que representantes de várias famílias nobres vão participar e que isso pode ser exatamente a chance que precisa para alcançar a glória. Ao esbarrar novamente com o menino da taverna, Dunk acaba cedendo e o aceita como escudeiro. Assim Egg e Dunk se tornam a dupla mais improvável que já caminhou por Westeros.

Os três contos são levemente interdependentes, então é interessante, mas não obrigatório, a leitura de todos em ordem. Mas, por mais que eu tenha curtido (quase) todos os livros das Crônicas de Gelo e Fogo, não foi tão divertido acompanhar a coletânea. Uma das coisas que me incomodaram foram os próprios personagens. Egg e Dunk são engraçados juntos, porque Dunk é relativamente burro e Egg tripudia de seu mestre mas, fora isso, não existe muita identificação do leitor com os personagens. Ou até mesmo uma personalidade forte ou cativante como a de outros personagens que o autor já criou.

Como vocês sabem, as linhagens das famílias de Westeros são enormes, e aqui fica tão ou ainda mais confuso. São tantos nomes iguais que são mencionados em Guerra dos Tronos, que você simplesmente se perde em quem é quem, filho de quem, irmão/parente de quem… Então, eu apenas desisti de tentar entender e li.

A quantidade de descrição e ambientação também é maçante. São páginas e páginas (no kindle) de blablabla sobre armaduras, brasões, espadas, e o quanto Dunk é burro “como uma muralha de castelo”. Além das descrições “nojentas” das feridas, dos golpes, das mortes…

831452

Não consegui encontrar o George R.R. Martin que me encantou em Guerra dos Tronos, com suas questões políticas e diálogos cheios de subterfúgios. Só um autor com uma narrativa relativamente lenta e focada em um só POV.

Leitores que já conhecem Guerra dos Tronos, não sei se vocês vão curtir esta prequel. Mas talvez novos leitores que desejam começar a conhecer a série por O Cavaleiro dos Sete Reinos podem ter duas experiências: se frustrar com o andamento lento da história e abandonar de vez a série; ou instigá-lo a conhecer a história “atual” de Westeros. Espero, de verdade, que a maioria tenha a segunda experiência.

Para os fãs que acompanham a série, Dunk é mencionado por Joffrey no primeiro episódio da quarta temporada. ^.~ E para os que gostam de um spoiler ou querem saber mais sobre tudo da série de TV, recomendo o ótimo You Know Nothing, Game of Thrones Helper.


Até a próxima! o/

banner-resenha-leya

Você também vai gostar

2 Comentários

  • Responder Ize Chi 28 jun 2014 at 14:22

    Nossa, nem sabia que existia um site de spoilers da série xD
    Bom, nunca me interesei muito por GoT… Não é nem o tamanho dos livros, já que não me importo com “potocões”, mas meio que a hipocrisia de quem lê. Tipo, “ah, é uma história tão original!”, quando, na verdade, não passa de uma novela mexicana, só que com muitas mortes. Sério, se o Martin escrevesse para novelas, daria na mesma… u__u”
    Lembrando que essa é minha opinião, e que isso pode gerar pedradas em minha pessoa xD

    • Responder Samara Maima 28 jun 2014 at 17:23

      Bem Ize… o cara era roteirista de seriado americano… não é a toa que GoT parece novela. XD Mas é uma pena que você não goste, eu acho legal a maneira como ele constrói sua expectativa para um resultado e depois joga na sua cara outra coisa completamente “WTF?!”, sabe? Isso é uma coisa que não costuma ser comum nos livros que eu já li. Esse desapego com os personagens, essa crueldade nata com o coração dos leitores.
      Acho que é isso que faz as pessoas dizerem que “a história é original”. Provavelmente não é, mas a crueza como ele a desenvolve com certeza é novidade para muitos leitores brasileiros.
      Você sempre abrilhantando as resenhas com ótimas opiniões! Muito obrigada! <3 :3

    Deixe uma resposta