promoção resenha

O Código Élfico – Leonel Caldela

9 jul 2013
Informações

o código élfico

leonel caldela

fantasy - casa da palavra

série ---

576 páginas | 2013

4.5

Design 4.5

História 4.5

14

A pequena cidade de Santo Ossário esconde muitos segredos. Entre os habitantes, Nicole, uma jovem corajosa, descobre estar ligada aos mistérios da cidade, o que a leva a uma investigação sobre o próprio passado. Seu pai foi um famoso assassino que pertencia à ordem de seguidores de uma deusa oculta, sacrificando inocentes em rituais. Em Arcádia, um mundo paralelo governado pela deusa, vivem os elfos. Criaturas perfeitas que há milênios sonham em recuperar o poder sobre os humanos. Finalmente veem a esperança no novo guerreiro Astarte, treinado em arquearia, que deve abrir o portal que liga os dois mundos e exercer o domínio da Rainha sobre a Terra. Astarte, no entanto, é o único que desconhece o seu destino, até o momento de cumprir com a sua sina. Avesso aos interesses do seu povo, o elfo resolve juntar-se aos mortais em Santo Ossário. Agora, Nicole e Astarte estão ligados a um mesmo propósito: reunir os habitantes da pacata cidade e derrotar os seres místicos que ameaçam dominar o mundo.

Design

Confesso que a capa é um tanto quanto perturbadora, com essa mistura do que parece ser um corpo humano com uma árvore genealógica, mas depois de ler o livro dá para perceber que faz todo o sentido. E ela é bem impressionante em seu conjunto. A ilustração vaza por toda a estrutura da capa, inclusive na parte interna, que tem uma chapada vermelha.

A cópia que eu recebi veio com um erro de registro para o verniz localizado que tem em algumas formas de células, no título e na capitular da quarta-capa. Você só consegue perceber se movimentar a capa, mas tá lá.

O livro é pesado. Apesar do papel ter 70g de gramatura, as 576 páginas não permitem que ele seja manuseado de forma muito confortável, tanto até que eu preferi fazer a leitura somente em casa, com apoio (nas pernas, na barriga, em almofadas…). Mas eu prefiro que tenha sido desse jeito, não ia gostar que a história fosse dividida em dois livros por causa do volume que este tem.

O miolo é bonito, bem estruturado e equilibrado na página, a fonte é boa para leitura, mas eu particularmente não gostei muito da fonte que é utilizada nas aberturas de capítulo. Preferia muito mais que fosse ou a fonte do título do livro, ou a fonte do nome do autor. Detalhe para o ícone de arco e flecha para as trocas de foco dentro dos capítulos.

Não vi nenhum erro de revisão, então acho que a Fantasy está de parabéns pelo O Código Élfico.


História

Demorei mas acabei! Quer dizer, se vocês levarem em consideração que eu precisei de dois domingos para ler, foi até rápido. Espero que todos tenham entendido que esta foi uma decisão para proteger o livro que eu teria que enviar para o ganhador do sorteio. Desta forma, o livro segue sem amassados ou lanhados e ainda mantém o cheirinho de novo! ^.~

Eu nunca tinha lido nenhum livro do Caldela, mas já conhecia o autor por comentários do Eduardo Spohr e do Raphael Draccon. A fama era que ele escrevia como o Bernard Cornwell e que suas descrições de cenas de ação eram impressionantes. Não tenho como negar, Leonel Caldela sabe como descrever e montar uma cena de ação como nenhum outro autor brasileiro que eu já tenha lido.

O Código Élfico é uma fantasia que mistura vários conceitos e cria uma mitologia própria e única. Sabe aqueles elfos lindos e loiros de O Senhor do Anéis? Bem, eles estão aqui, mas diferente de Legolas, os elfos além de esnobes são sanguinários e sua cultura entrou em um caminho de degradação e depravação.

legolas (1)

Os elfos são assim, lindões, mas adoram uma carnificina, principalmente se humanos forem suas presas…

A história gira entorno de Nicole e Astarte, humana e elfo, que estão fadados a se encontrar. Nicole Manzini tentou ficar longe de Santo Ossário, sua cidade natal aqui no Brasil, mas como rainha das esquisitices, voltar para sua terra natal foi a coisa mais sensata que conseguiu pensar depois de ser expulsa da faculdade. A cidade é o berço de uma das mais tradicionais empresas familiares do país, e trabalhar para os Strauss é uma das primeiras ideias que tem para conseguir dinheiro e se manter.

O que Nicole não sabe é que os Strauss são seguidores do culto à Rainha Titânia, uma deusa elfa ancestral e imortal, que reina absoluta em Arcádia, uma outra dimensão, reino, realidade. Ela quer voltar a ter domínio sobre os humanos e para isso, passa a influenciar seus seguidores e eles, agindo de acordo com suas vontades, estão financiando a criação de um elfo aqui na Terra.

Na primeira parte do livro, acompanhamos o início da jornada de Nicole quando conhece Félix, um mercenário em busca de vingança, e tenta se realocar na sua vida em Santo Ossário; e o treinamento élfico de Astarte, o príncipe dos elfos, em Arcádia para se tornar o guerreiro perfeito em todas as artes.

A partir do momento em que os dois se encontram, a história entra em um clímax eterno até a batalha final. E é ótimo! Leonel joga um monte de novos conceitos para explicar sua mitologia, magia, poderes, artes marciais, e todos são plausíveis e aceitáveis. Suas ideias sobre tempo, realidade, concentração, intenção são muito envolventes.

Acompanhar o relacionamento de Nicole e Astarte também é outra questão que eu adorei (yey, romancinhooo!). Normalmente eu leio livros escritos por autoras e a construção de relacionamento entre os personagens principais costuma seguir uma certa fórmula. Mas ver como Leonel cria o romance, e amadurece o que os personagens sentem um pelo outro, foi muito interessante e instigante (romancinhoooo! ^^)

Quanto as cenas de batalha, ele realmente tem o dom para descrever. Não sei se ele se filma fazendo algumas posições para depois rever a “cena” e contar para o leitor o que os personagens estão fazendo, mas sei que é cinematográfico. Você consegue montar totalmente as ações que todos estão fazendo durante a narrativa. Prepare-se para sangue, lutas, sangue, decapitações, sangue, flechas, sangue… ah, vocês entenderam.

Preciso dizer que eu adorei Nicole. Ela é uma mocinha, mas ela não está em perigo. Ela se coloca em perigo para salvar aqueles que são importantes. Ela quer aprender a lutar para poder defender e estar na frente da batalha, é uma guerreira, mas continua sendo feminina em todos os momentos. No fim das contas, arquearia élfica é o que há!

Acho que só tirei 0,5 ponto do livro porque teve uma parte específica, que eu não vou contar para vocês, que fiquei bem confusa com o que estava acontecendo. Foi um salto de informação muito longo para minhas pernas mentais, e eu demorei algumas páginas para encontrar o chão de novo.

Agora, talvez vocês saibam ou não, eu sou jogadora fiel de World of Warcraft, e os personagens do jogo têm danças características para cada raça. Sempre que no livro o autor falava que “Astarte começou a fazer as Formas Sublimes”, a primeira imagem que vinha na minha mente era essa:

nightelf_male250x

Vai entender que ligações estranhas meu cérebro fez para chegar nisso aí… XD

Gostei muito, MUITO, de O Código Élfico! Se vocês gostam de fantasia, bizarrices, teorias da conspiração, filosofia, arco e flecha, uma mocinha ativa e decidida, e elfos, corram e leiam. Vocês não vão se arrepender!

Até a próxima! o/


Quer o livro para você? E levar um kit de marcadores? Então é só participar do sorteio e torcer. Nenhuma regra é obrigatória, mas quanto mais você participar, mais chances de ganhar. ^.~

Siga as regras do rafflecopter abaixo e boa sorte!

a Rafflecopter giveaway

O sorteio será encerrado no dia 30/07, a escolha será feita pelo rafflecopter e o ganhador será avisado por email.

Regras gerais:

Cumpra as regras do rafflecopter para participar, nenhuma é obrigatória, quantas mais cumprir, mais chances de ganhar.

Sobre o sorteio:

Será sorteado um (01) exemplar do livro O Código Élfico, Leonel Caldela + kit de marcadores

Informações Importantes:

  • A promoção terá início hoje (09/07/2013) e término às 0:00 no dia 30/07/2013.
  • Os sorteios acontecerão pelo sistema Rafflecopter.
  • Para participar é necessário ser residente ou ter um endereço de entrega no Brasil.
  • O sorteado receberá um e-mail e terá 48h para responder com seus dados de envio, senão outro sorteio será realizado.
  • O resultado será atualizado neste mesmo post.
  • O livro será enviado em um prazo de até 30 dias ao sorteado, após recebimento de resposta dos seus dados.
  • O blog não se responsabiliza por extravios dos Correios ou endereços incompletos/errados.
  • Entradas incompletas serão anuladas (não participarão do sorteio).
  • O prêmio é individual, pessoal e intransferível. Não pode ser trocado por outro prêmio ou dinheiro.
  • Toda e qualquer dúvida será respondida por e-mail a partir do contato do participante: parafraseandolivros@gmail.com com o assunto: Dúvidas sobre promoção.

E é isso! Desejo a todos boa sorte, o meu agradecimento à Fantasy e ao Leonel Caldela (por terem aguardado eu conseguir terminar de ler), e a vocês leitores do blog! Participem! o/

Você também vai gostar

14 Comentários

  • Responder Raquel Moritz 30 jul 2013 at 13:17

    Estou mega ansiosa pra ler esse livro. Parece incrível e só vejo resenhas interessantes ♥

  • Responder Adson Barros 29 jul 2013 at 11:57

    Pena não ter descoberto o blog ou a promoção antes…
    Sou Fã do Leonel desde o primeiro livro, mesmo quando anunciou algo diferente e tão arriscado resolvi confiar, ainda não li nada dele que seja ruim. E olha que tem trabalhos dele extra-literatura.
    Pela sua resenha deu pra perceber que não estou errado em confiar no trabalho do autor, você esclareceu muitos pontos durante a resenha e falar da parte gráfica é sempre bom, tem gente que não liga mas é super importante. A estratégia da Fantasy de usar o máximo da página para diminuir o tamanho final do livro foi boa, apesar de eu achar um pouco estranha. Parabéns pela resenha, e te aconselho a procurar os outros livros do autor.

    • Responder Samara Maima 29 jul 2013 at 14:50

      Oi Adson! Eu conheço o Leonel desde que vi uma palestra do Raphael Draccon em que ele comentou sobre os livros do autor. Eduardo Spohr também falou muito bem dele no curso de estrutura literária. Mas acho complicado de encontrar as outras obras dele e quando acho elas são muito caras!
      Queria muito ler O Caçador de Apóstolos e Deus Máquina, mas não dá para pagar mais de R$50 num livro. Hoje em dia, com o volume de leitura que eu tenho, preciso que os livros sejam mais acessíveis ($$), infelizmente…
      Muito obrigada pela visita!

  • Responder Elis Culceag - Arquivo Passional 20 jul 2013 at 19:02

    Adorei a resenha e morri de rir com suas “pernas mentais” =D
    Participando e torcendo!
    Beijos… Elis Culceag. * Arquivo Passional *

  • Responder lais 16 jul 2013 at 21:40

    Ok, td bem, *respira fundo* vc realmente me fez ficar interessando nesse livro, parece ser supeeer bom, eu terei que colocar ele na minha
    infinita-lista-de-livros-que-quero-ler.

    http://xtltokio.blogspot.com.br/

  • Responder Cristiane de oliveira 16 jul 2013 at 17:26

    Fiquei super surpresa em saber que o autor é brasileiro, desculpa o susto mas estão aparecendo muita coisa boa de uma vez pra gente ler, fico muito feliz com isso.
    Eu gostei muito da narrativa do livro e acho que vai me agradar muito quero saber que parte é essa que você falou (curiosa).
    Gostei muito da discrição que fez da parte gráfica acho muito bonito um livro bem feito.

  • Responder Cris Aragão 9 jul 2013 at 22:54

    Gostei muito do fato de ser um livro único, eu também não gosto de carregar livros com muitas páginas na bolsa, mas aprovo totalmente a editora e o autor por não dividirem a história em dois livros; eu às vezes me sinto enganada por essas trilogias que muitas vezes considero desnecessárias.
    Você me ganhou ao mencionar fantasia, bizarrices e teorias da conspiração, adoro tudo isso e quero ler esse livro com toda certeza.

    • Responder Samara Maima 21 jul 2013 at 18:09

      Oi Cris! Que bom que ajudei você a se interessar pelo livro! Eu particularmente adoro descobrir novos autores brasileiros que escrevem bem e no estilo que gosto de ler!
      Mesmo que você não ganhe, espero que tenha a oportunidade de ler um dia desses.
      Abraços, e obrigada pela visita!

  • Responder Claris Ribeiro 9 jul 2013 at 18:22

    Você faz design gráfico? Gostei muito desse estudo do design do livro, sou beeeem chata com essa questão, reparo todos os detalhes, mas como nunca vi esse livro pessoalmente, pelas suas descrições, me pareceu um bom trabalho.
    Adoro livros que envolvem a mitologia, gostei muito da sua resenha, muito completa, fiquei com muita vontade de ler o livro!
    Adorei essa dancinha(?), tenho muitos amigos que jogam World of Warcraft, mas nunca vi como é :s
    Beijos :*

    • Responder Samara Maima 9 jul 2013 at 18:58

      Oi Claris!
      Eu fiz desenho industrial por isso dou os meus pitacos sobre a estrutura do livro. ^^
      Que bom que você gostou da resenha! Acho legal quando a pessoa vem aqui e fica entusiasmada com a possibilidade de também ler o livro.
      E sim! É uma dancinha, uma de várias! XD
      Obrigada pela visita!
      Bjs.

  • Responder Carlos 9 jul 2013 at 15:30

    Oi Samara

    Nossa, pela sinopse não imaginei esse livro do jeito que ele realmente é …rsrsrsrsrs

    Fico com medo de lê-lo pois sou muitooooo fã de Senhor dos Anéis e a ideia de elfos como uma cultura auto-destrutiva vai contra os alicerces élficos Tolkienianos rsrsrsrsrs

    Mais vou pensar com mais carinho em lê-lo caso tenha oportunidade pois parece uma história interessante e se tiver algo semelhante com o Bernard !!!! Nossa as batalhas devem ser MEGA ÉPICAS ^.~

    Ficou ótima a resenha, bem abrangente ^.~ nossa saudade das dancinhas de WOW, rsrsrs, minha favorita é a dos draeneis rsrsrsrs.

    • Responder Samara Maima 9 jul 2013 at 18:54

      Oi Carlos!
      Acho que minha dança favorita do WoW também é a dos draeneis! Ainda mais quando você vê o vídeo original que foi a inspiração pros criadores.
      Apesar de ter referência ao Tolkien no livro acredito que você não precisa se preocupar em se sentir agredido. Acho que você vai gostar por ser um livro de fantasia-aventura mais do que por ser centrado em elfos.
      Obrigada pela visita! ^^

    Deixe uma resposta