novas aquisições do blog #14 e uma indicação

Fim de semana passado aconteceu o Clube do Livro Saraiva, e como (aparentemente) em todos os encontros, a Frini Georgakoupolos fez sorteio de livros enviados para divulgação. Dessa vez eu tive sorte e ganhei Halo, primeiro volume da série homônima de Alexandra Adornetto, escritora australiana que fez bastante sucesso mesmo sendo bem jovem ao lançar esta série. Como eu mostrei aqui, o segundo livro da trilogia, Hades, é lançamento de junho da editora Agir. Heaven, que fechará a série, tem previsão de lançamento internacional em agosto.

Os anjos são o tema em Halo, onde um trio é enviado para a Terra para ajudar as pessoas a fazer o bem. Existem várias opiniões sobre a série, os que amam e os que acham bobo. Vamos ver o se vou gostar.

  • Halo – série Halo #1 – Alexandra Adornetto

Preciso comentar que junho foi um mês sortudo para mim. Fora Halo eu ganhei mais duas promoções de blogs pela internet. Assim que eles chegarem eu mostro para vocês.

Pela parceria com a editora Leya/Lua de Papel eu solicitei para leitura neste mês de junho o livro Ladrão de Olhos. Estou terminando de ler ainda hoje e provavelmente vocês vão poder conferir a resenha no começo da semana que vem. O livro é uma fantasia/fábula bem fofinha sobre um garoto cego que é o maior ladrão que já existiu.

Quando a autora Janaína Rico postou no seu twitter (@Janaina_Rico) que iria iniciar um booktour para o seu livro Ser Clara, eu mandei o contato do Parafraseando, mas não acreditei que seria selecionada logo no primeiro grupo de leitura! O.O Fiquei bem surpresa e feliz e agora chegou a minha vez de seguir as aventuras da Clara. O livro vai seguir em frente para a/o próxima/o leitora/- mas deixo para vocês a capa “sexy” do livro.  A autora enviou marcadores de Ser Clara autografados! Muito obrigada. ^_^

Ainda esta semana, o autor Marcus Achiles entrou em contato com o blog e apresentou o seu livro Danação. Você quer dar um tempo de todos os vampiros, anjos, lobisomens e outros seres fantásticos? Que tal ler um romance histórico, um pouco mais adulto, que usa o nosso folclore e os nossos mitos para construir a linha mestra de sua história? Eu li o prólogo do livro e achei bem interessante a narrativa e o estilo do autor. Danação foi lançado pela editora Baraúna e tem uma capa bem bonita, criada pela designer Marina Ávila (vocês devem conhecê-la de várias capas da Underworld). Adicionei nos meus “vou ler” do Skoob e assim que tiver a oportunidade, pretendo adquirir. Deixo para vocês a capa, sinopse, link do Skoob e um pequeno bate-papo que tive com o autor, que aliás, é bastante simpático. ^_^

Danação

Danação é um romance fantástico ambientado no Brasil no ano de 1734 e narra a saga de Diogo Durão de Meneses, paulista e neto de portugueses, que recorre à única alternativa para evitar a falência do engenho da família após a queda do preço do açúcar: vender a alma ao Diabo, em troca “da maior mina de ouro das Geraes”.

O malfadado pacto termina em tragédia, e Diogo abandona a família e o engenho onde fora criado, na vila de Itu. Ele inicia então uma jornada de culpa e purgação pelos sertões, na companhia de João, seu escravo, e de Inácio, filho do cativo. Os dois, no entanto, não eram as únicas testemunhas da fuga desesperada. O próprio Diabo o segue, invisível a todos, exceto a Diogo, decidido fazer valer o acerto entre os dois.

Após quatro anos sem rumo ele se sente compelido a seguir para Taubaté, à época uma vila de três mil habitantes, e encontra o lugarejo atemorizado por ataques que ocorriam a cada sexta-feira. Portugueses e paulistas logo se apressaram em responsabilizar os índios pelas mortes, pois todas as vítimas foram encontradas queimadas. Nem todos, porém, culpavam os aranãs e caingangues das aldeias próximas. Houve quem visse na mortandade sinais da fúria divina ou mesmo de um enviado dos infernos. É nesse pandemônio de violência, intolerância e fanatismo que Diogo chega a Taubaté, destinado a enfrentar um ser que nos séculos seguintes estaria imortalizado no nosso imaginário.

Parafraseando Livros: Quais foram as suas influências como escritor? 

Marcus Achiles: Comecei a ler suspense ainda adolescente: Agatha Christie, Simenon, Alan Poe; alguma coisa de terror: Stephen King (muuuuito melhor nos contos curtos do que nos romances), Lovecraft, Clive Barker. E ficção científica, Philip K. Dick, que é um mestre. Mas influência mesmo eu tirei de leituras que fiz já adulto, como Érico Veríssimo. Ninguém conta uma saga como ele. Ninguém. E o Naturalismo, com suas descrições cruas.

PL: De onde você tira inspiração para escrever?

MA: Do folclore. Das criaturas e crenças antigas do Brasil. E do inconformismo pelo fato de a História brasileira não ser romanceada como deveria.

PL: Quais gêneros/estilos literários você mais gosta?

MA: Como disse, Naturalismo. É o que de melhor já produzimos. Aluísio Azevedo. Sem esquecer o francês Émile Zola, que o inspirou.

PL: Que livros você indicaria para os leitores? Quais seus livros favoritos de “todos os tempos”?

MA: “O Continente”, de Érico Veríssimo. “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo, “Germinal”, de Emile Zola. E no realismo fantástico, “Cem Anos de Solidão”, de Garcia Marques. E ser quiser um bom terror, “Os Livros de Sangue”, do Clive Barker.

PL: Como foi a decisão de utilizar a mitologia brasileira para construir a história de Danação? E quão difícil foi o processo de pesquisa para ambientar a história no século 18?

MA: Sou um inconformado com a pouca atenção que damos ao nosso folclore. Até gosto de vampiros, lobisomens, elfos, mas não vejo motivo para ignorarmos nossas próprias lendas. Não arrisco a dizer que chegou o ponto de saturação para vampiros & cia (se os livros continuam a ser publicados, é por que ainda existe mercado para eles), mas escritores e leitores deveriam ousar mais. Acho que uma boa mula-sem-cabeça, um boitatá, um mapinguari não deve nada a mito algum, de qualquer época ou região. No caso específico do Danação, a ideia surgiu em 2007 quando fazia uma pesquisa escolar sobre folclore com meu filho e me deparei com a ilustração de um ser fantástico. Pensei: “Por que será que eu nunca vi nada sobre isso nas livrarias?” Não posso falar mais pois a criatura em questão está no livro, e não quero estragar tudo com um spoiler

Sobre a ambientação, o que me interessava não era a história factual, dos eventos, das datas, dos grandes personagens, mas sim a das pessoas comuns. Como elas viviam, como moravam, o que comiam. Existe uma boa literatura sobre o tema, livros e periódicos que retratam usos e costumes nos séculos passados, além de tudo mais que pudesse embasar a ambientação. Artigos publicados em revistas especializadas sobre saúde, alimentação, vestuário, etc. são uma boa fonte. Mas essas informações são jogadas no livro de maneira incidental. Não existe nota de rodapé com explicações, glossário, etc. Não foi minha intenção ser professoral em nenhum momento. Soa chato e arrogante. Apenas quis tornar a ambientação crível.

PL: Existem planos para um próxima obra?

MA: Danação é parte de um projeto maior, que pretende passear pela então colônia, fazendo com que Diogo (o protagonista) se depare com seres do nosso folclore a cada livro. Cada região tem sua mitologia própria, que é única e instigante. Além disso, Danação traz o início do resgate da alma de Diogo. Tem de ler para conferir.

PL: Onde os leitores podem encontrar Marcus Achiles online?

MA: Criei um blog, o http://folclorefantastico.blogspot.com.br/. Lá tem links para facebook, twiter, skoob. Quem quiser pode também mandar um email. Gosto bastante de conversar sobre mitologia, literatura fantástica e história. Sempre vou estar disposto a bater um papo sobre esses assuntos.

Até a próxima! o/

[atualizado] escolhida a capa de O Inverno das Fadas e pré-venda

[atualização] Oi Pessoas! Uma atualização para todos que gostaram da capa do livro da Carolina. Ele já está em pré-venda na Saraiva com preço promocional! \o/ Cliquem no link e garantam já o de vocês!

Aproveito para adicionar novas informações sobre o livro e sobre a autora, Carolina Munhoz.

Como eu contei para vocês, estava rolando uma votação na fanpage do Submarino para selecionar a capa do lançamento de julho da Fantasy – Casa da Palavra. O novo livro da Carolina Munhoz, O Inverno das Fadas, teve sua capa selecionada pelos usuários do facebook e foi anunciada esta semana!

A favorita de todos teve um total de 650 curtidas (inclusive a minha \o/) e deve estar em todas as livrarias mês que vem.

Já dá para adicionar na estante do Skoob! Deixo a capa escolhida e a sinopse para todos.

capa de O Inverno das Fadas

O Inverno das Fadas

EXISTEM PESSOAS NORMAIS em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais.

Existe uma explicação para isso.

Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se.

Causando loucura.

E MORTE.

Sobre a autora

Carolina Munhóz, autora de A Fada e do lançamento O Inverno das FadasCAROLINA MUNHÓZ é jornalista e romancista, além de integrante do Potterish, um dos maiores sites de Harry Potter do mundo. A autora foi eleita como melhor escritora jovem de 2011 pelo Prêmio Jovem Brasileiro.

Aos 11 anos aguardou sua carta para Hogwarts, mas ela nunca chegou. A partir dos 18 se aventurou por diversos países como Inglaterra, França, Itália, Suíça e EUA, onde teve a oportunidade de conhecer os atores de Harry Potter.

Suas aventuras chamaram a atenção de meios de comunicação como Folha de São Paulo, Estadão, TV Cultura e Disney Channel. Foi destaque da Revista Época, ao lado das escritoras Cassandra Clare e Alexandra Adornetto e da rádio Record de Londres.

Atualmente é escritora em tempo integral e viciada em redes sociais.

www.carolinamunhoz.com / @carolinamunhoz

Eu já estou na expectativa! Mais um livro para minha lista intermináaavel de desejados do Skoob. Mega-sena, “vem ni mim”? ^_^

Até a próxima! o/

fontes (Up! Brasil | facebook de Carolina Munhoz)

sobre as partes de um livro #1 – a capa

Como comentei na resenha de “O que há por trás” da Bárbara Lorentz, este é o primeiro post sobre a estrutura que faz o produto livro. Não vai ser um post muito profundo, minha intenção e apresentar as partes do livro e não necessariamente ensinar design editorial.

Este vai ser um post relativamente extenso, tentei exemplificar praticamente todos os assuntos que trato nas resenhas durante o texto. Então, preparem os dedinhos para scrollar até o fim. ^_^

Vamos começar conversando sobre a capa que é a vitrine do livro. A capa é formada por alguns “elementos”: a capa propriamente dita, as orelhas, a lombada e a quarta capa.

Capa

Na capa é sempre importante passar a ideia principal do livro para o leitor. A imagem/ilustração, título, o nome do autor, todos devem se complementar para criar harmonia. É sempre interessante procurar referências de quais são as tendências praticadas pelas editoras.

Existem algumas aplicações gráficas que criam efeitos e áreas visuais interessantes quando inseridas na arte. Hoje em dia praticamente todos os livros tem algum tipo de laminação, que é uma proteção plástica adesiva para a capa. A laminação fosca tem uma aparência mais aveludada e é minha preferida. A laminação brilhante dá um efeito mais “fotográfico” e reflexivo na capa. As duas são filmes plásticos “termo-ativados” aplicados por laminadoras ou máquinas convencionais de plastificação.

Colocar relevos secos é muito legal também (1). É tipo um “carimbo” que normalmente é aplicado em áreas como o título. Na gráfica, antes de montar o livro, a área selecionada é “carimbada” pelo verso da capa, deformando o papel, e isso faz com que crie um tipo de “altura tátil” no lugar correspondente da frente da capa. Dá para conjugar com o relevo seco um verniz localizado. O verniz localizado (2) costuma criar desenhos “invisíveis” que, quando movimentamos a capa, passam a ficar visíveis pelo reflexo da luz.

(1) marcas de relevo seco no título do livro Jogos Vorazes de Suzanne Collins

(1) marcas de relevo seco no título do livro Jogos Vorazes de Suzanne Collins. Dá para perceber a “altura tátil” nas letras?

(2) aplicação de verniz localizado na capa do livro Sangue e Chocolate de Annette Curtis Klause

Hot stamping (3) é um tipo de aplicação localizada que cria um efeito metalizado na área aonde é colocado. Hoje em dia eu tenho visto muito livros com chapadas metalizadas (4) ou com efeitos holográficos (5) sobre a arte do livro.

(3) exemplo de hot stamping na capa do livro Os Sete Selos de Luiza Salazar

(4) exemplo de chapada metalizada na capa de Artemis Fowl e o Complexo de Atlântida de Eoin Colfer

(5) exemplo de efeito holográfico na capa de Cidade dos Ossos de Cassandra Clare

Lembre sempre que a capa do livro é a vitrine! É ela que vai vender o livro na maioria das vezes.

Lombada

Na lombada normalmente se repete as informações do título, autor e editora. Mas existem duas maneiras de se montar a lombada (6), dependendo do tipo de leitura da informação que desejamos. Vou tentar explicar. Se for mais importante a leitura da lombada quando o livro estiver na estante, estamos usando o modelo europeu, e o texto deve ser “escrito” de baixo para cima. Se, por outro lado, priorizarmos a leitura da lombada com o livro apoiado na horizontal, estamos usando o modelo americano, e o texto deve ser “escrito” de cima para baixo (a foto vai ajudar a entender melhor).

(6) exemplos de lombada: a capa azul está no estilo americano, e a capa vermelha no estilo europeu. Série Olimpo em Guerra de Kate O’hearn.

Quarta Capa

Na quarta capa, que às vezes as pessoas chamam de contra-capa, você continua com o trabalho gráfico que começou na capa. As seguintes informações costumam ser colocadas na quarta capa: o código de barras e o número de ISBN, o logo da editora, um “quote” de um personagem ou trecho da história, “quotes” de “críticos” que já leram o livro, sinopse do livro (7).

(7) exemplo de quarta capa mostrando a sinopse do livro. O Festim dos Corvos de George R.R. Martin.

(7) exemplo de quarta capa com quote de personagem. Calafrio de Maggie Stiefvater.

(7) exemplo de quarta capa com quotes de críticos e quote de personagem. Crepúsculo de Stephenie Meyer.

Orelhas

Por último existem as orelhas. Na orelha esquerda (8), que é a continuação direta da capa, normalmente se coloca mais informação sobre a história do livro, que pode extravasar para a orelha direita (9). Nesta orelha já vi utilizarem as seguintes informações: foto e mini-bio do autor, informações sobre a editora, lista de outros livros do mesmo autor, (sendo uma série) lista de outros livros que a compõem. Elas também tem um certo trabalho estrutural na capa, fortalecendo a integridade e deixando-a mais rígida. Muitas pessoas as usam como marcador de página. Eu abomino esta prática pelo simples fato que estraga o livro. Use marcadores próprios, por favor!

(8) exemplo de orelha esquerda com sinopse da história. Amante Liberto de J.R. Ward.

(9) exemplo de orelha direita com informações da série e da editora. Amante Liberto de J.R. Ward.

(8) exemplo de orelha esquerda com quote e sinopse da história. Crepúsculo de Stephenie Meyer.

(9) exemplo de orelha direita com foto e mini-bio do autor. Crepúsculo de Stephenie Meyer

Outros artifícios que se pode usar na capa são: uma jaqueta com arte diferente (ou não) da capa propriamente dita e que envolve o livro como um todo; uma cinta, que é tipo uma jaqueta só que com uma altura menor. Normalmente, a cinta tem informações de marketing do livro como: lançamentos e realizações do autor, quantidade de livros já vendidos nacional e internacionalmente. Os dois modelos costumam ficar presos pelas orelhas dos livros. Infelizmente eu não tinha nenhum exemplo em casa para fotografar para vocês. T_T

Uma coisa legal mas que não é muito utilizada por causa do custo são as facas especiais que criam cortes em desenhos e formatos que o designer projetar. Além disso, não é muito usual mas a parte interna da capa (10) também é uma área que pode ser trabalhada com chapadas de cor, grafismos e outros tratamentos gráficos que tenham a ver com o projeto desenvolvido para o livro.

(10) exemplo de verso da capa trabalhado. Caçada de P.C. Cast.

Acho que cobri basicamente uma parte bem abrangente da capa. No próximo post vou conversar com vocês sobre o miolo e as partes que o compõem. Espero que as fotos tenham ajudado a ilustrar as explicações, mesmo sendo ruins. XD

Até a próxima! o/

lançamentos de julho da editora Novo Conceito

Já estamos terminando junho, e tenho achado que o tempo passa cada vez mais rápido… O.o De qualquer forma, três lançamentos de julho da editora Novo Conceito chamaram minha atenção: um futuro distópico, um romance “histórico” e um “mela-mela”.

Eu fico impressionada com a quantidade de livros que a Novo Conceito coloca todos os meses no mercado. E me impressiona também, que comparada com outras editoras, às vezes seus lançamentos rapidamente caem a preços altamente atrativos.

Os três livros tem previsão de lançamento para o dia 27 de julho e já tem capa, sinopse e link no Skoob. Agora é esperar a Novo Conceito anunciar se eles terão kits especiais, como praticamente todos os seus lançamentos anteriores.

capa do livro Starters - Starters #1

Starters – Starters #1

Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha.

A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador.

Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado…

No site oficial americano da série estão previstos dois livros (Starters e Enders) e três short stories paralelas, sendo que o “prequel” já saiu. Tem também um teaser booktrailer, em inglês.

capa do livro Belle

Belle

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris.

Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro.

Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente.

A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?

capa do livro Bem Mais Perto

Bem Mais Perto

Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.

Agora, uma curiosidade, alguém que tenha aqueles programas de leitura de query code no celular, alguma vez já fotografou o símbolo que tem na capa de todos os livros da editora para saber o que está “linkado” ali? o.O

Até a próxima! o/

fonte (Blog da Novo Conceito)

 

 

A Dança dos Dragões ganhou o Locus Award de melhor livro de fantasia!

Assim como meu perfil do Skoob, eu tenho uma conta no Goodreads, e lá sigo alguns dos autores que gosto. Hoje eu vi que o George R.R. Martin postou que seu quinto volume da série Crônicas de Gelo e Fogo, A Dança dos Dragões, ganhou o Locus Award 2012 de melhor livro de fantasia de 2011!

Ele estava concorrendo com outros nomes de peso como Terry Pratchett (autor da série Discworld, lançada pela Conrad) e de Patrick Rothfuss (autor da série A Crônica do Matador do Rei, lançada pela Arqueiro).

Segundo o autor, A Dança dos Dragões é o quinto volume da série a ser indicado ao prêmio e o quarto a recebê-lo. Ou seja, apenas um dos livros de George R.R Martin não foi vencedor do Locus! O.O

Além desses, dois outros livros que estão nas estantes brasileiras foram indicados para o prêmio de “Romance de Estreia” (first novel em tradução livre minha): O Circo da Noite, da Erin Morgenstern (o vencedor e lançado pela Intrínseca); e Jogador Nº 1, de Enerst Cline (lançado pela Leya).

A Locus é uma revista americana que cobre informações e lançamentos sobre o mercado editorial de livros de ficção científica, fantasia e horror. Ela é publicada desde 1968 e é referência inclusive para grandes autores. No início da década 1970 foi criado o Locus Award, que premia por votação os melhores livros selecionados pelos próprios leitores da revista, sempre para os lançamentos do ano anterior. Ele foi criado inicialmente como uma forma de recomendar e sugerir os participantes para o Hugo Award. Hoje em dia, ele é tão (ou mais) importante quanto o próprio Hugo e o Nebula Award, dois dos principais prêmios da literatura fantástica e de ficção científica.

Deixo para vocês as capas dos livros participantes com links diretos para o Skoob de cada um.

Vencedor e participante da categoria “Melhor Livro de Fantasia”:

capa do livro A Dança dos Dragões - As Crônicas de Gelo e Fogo #5 capa do livro O Temor do Sábio - A Crônica do Matador do Rei #2

Vencedor e participante da categoria “Romance de Estreia”:

capa do livro O Circo da Noite capa do livro Jogador nº1

Você pode ver todas as categorias e participantes da edição 2012 aqui.

Todos, menos O Circo da Noite, já faziam parte da minha lista de “desejados” no Skoob. ^_^

Até a próxima! o/

fontes (Goodreads | Locus Magazine | Wikipedia (Hugo e Nebula))

evento: clube do livro saraiva no Rio – mundo sobrenatural

Quem for do ou estiver no Rio de Janeiro este fim de semana, 23 de junho, e gostar de eventos literários, pode dar uma passada na Saraiva do Shopping Botafogo e prestigiar o Clube do Livro Saraiva.

Não sei se vocês lembram mas minha primeira experiência com eventos foi em abril, e eu gostei muito da oportunidade de ir. Foi muito divertido principalmente por causa da apresentação da Frini Georgakopoulos, que é uma ótima “mestre de cerimônias” (esse termo ainda existe? O.o)!

Por isso, que tal se organizar para prestigiar o Clube do Livro? Vou tentar ir, aproveitar que não tem aula de japonês este sábado. Seguem as informações sobre o evento:

Clube do Livro Saraiva Mundo Sobrenatural

“Junho é o mês dos namorados e o Clube do Livro Saraiva RJ presta homenagem a todos os casais, sejam eles mortais e vampiros, fantasmas ou anjos. Qual o seu preferido? A jornalista Frini Georgakopoulos abordará vários títulos, inclusive os lançamentos Hades, da Editora Agir e Nas Sombras, da Galera Record. Participe!”

Quando: 23/06 (sábado), às 16h.

Onde: Livraria Saraiva do Shopping Botafogo – Praia de Botafogo, 400 – Botafogo.

O que: Bate-papo mediado por Frini Georgakopoulos e apresentação de lançamentos de junho.

Entrada: Franca.

Então, talvez nos encontremos lá? ^_^

Até a próxima! o/

Lúcifer: O Primeiro Anjo – Marcelo Hipólito

10

Capa

Informações Técnicas

Título
lúcifer: o primeiro anjo
Série
---
Autor
marcelo hipólito
Editora
marco zero
Páginas
176
Publicado em
2006

Avaliação

4.5
Design
4.5
História
4.5

Para a criação do épico Lúcifer – O Primeiro Anjo , o escritor Marcelo Hipólito realizou uma extensa e detalhada pesquisa baseada em descobertas arqueológicas e nos ensinamentos do Taoísmo, Budismo, Judaico-cristianismo, Islamismo, Bramanismo, entre outras crenças e filosofias milenares. Do surgimento de Deus à ruína de toda a existência, Lúcifer – O Primeiro Anjo revela a verdadeira natureza do Bem e do Mal, o sentido da Vida, e da Morte, e que mesmo no Inferno é possível encontrar honra e sacrifício. Hipólito preenche as lacunas das narrativas milenares que envolvem Deus e Lúcifer, combinando imaginação e realismo, no esforço de reunir todas as inúmeras – e por vezes conflitantes – versões dessas lendas em um único livro.

Leia mais…

novas aquisições do blog #13

Esta última semana chegaram dois livros aqui em casa!

Pela parceria com a editora Agir, solicitei o primeiro livro da série Os Lobos de Mercy Falls, Calafrio, da autora Maggie Stiefvater! Como eu mostrei para vocês no post mega longo de lançamentos, a Agir divulgou a capa do terceiro e último livro da série Sempre, que sai agora em julho. Esta vai ser a segunda série de lobisomens que eu vou acompanhar, já que agora estou lendo Sangue e Chocolate, da Annette Curtis Klause.

Este primeiro volume tem uma arte de capa diferente dos seguintes, que seguem a mesma linha dos livros originais. Não sei muito bem porque houve esta mudança no projeto gráfico, ou porque não mantiveram a mesma arte desde o início.

Calafrio - série Os Lobos de Mercy Falls #1 - Maggie Siefvater

  • Calafrio – série Os Lobos de Mercy Falls #1 – Maggie Stiefvater

Em abril eu ganhei o sorteio do livro Oksa Pollock e o Mundo Invisível que a Juh Oliveto, do Livros & Bolinhos (visita lá, é muito bom!) fez no blog. Rolaram uns imprevistos com a editora Suma de Letras mas o livro finalmente chegou aqui em casa! \o/ A Juh foi super prestativa e deu o maior duro para o prêmio ser enviado direitinho. Uma pena que a embalagem machucou um pouco a capa, não sei se vai dar pra ver na foto, mas nada que vá atrapalhar o meu prazer de ler.

Oksa Pollock e o Mundo Invisível - série Oksa Pollock #1 - Anne Plichota, Gendrine Wolf

Por enquanto minhas compras pessoais estão suspensas até segunda ordem, por isso tenho participado de algumas promoções de livros que me interessam em vários blogs. Tenho passado os dias só colocando e tirando livros do carrinho do Submarino e da Saraiva, e por mais doentio que seja, eu me divirto! >.<

Meta de leitura do Skoob neste momento: 27/78! Go Samara, Go!

Até a próxima! o/

 

O que há por trás – Bárbara Lorentz

14

Capa

Informações Técnicas

Título
o que há por trás
Série
---
Autor
bárbara lorentz
Editora
indie
Páginas
248
Publicado em
2011

Avaliação

4
Design
História
4

O Que Há Por Trás conta a história de Melissa e Thiago. Primos que se envolvem, apaixonam-se e começam a viver uma história de amor. Pelo grau de parentesco, primeiramente eles não contam para a família. Até que o pai de Melissa os vê juntos e resolve começar a impedir que o romance aconteça. Mesmo assim, sendo atrapalhados por uma só pessoa, eles decidem continuar o namoro às escondidas. Mas tudo muda para Melissa quando depois de serem, mais uma vez, flagrados pelo pai da garota, ela recebe uma revelação bombástica que a faz se afastar de Thiago.

Leia mais…

lançamentos de várias editoras

Pessoas, peço inúmeras desculpas mas ando extremamente atarefada no trabalho e acabei acumulando um monte de informações para passar sobre lançamentos. Por isso, este vai ser um post GRANDÃO, sobre tudo o que está previsto, e que já foi anunciado, para junho e julho!

Bora junto?! Capas, booktrailers e links para o Skoob!

EDITORA INTRÍNSECA

capa do livro Caminhos de SangueCaminhos de sangue – série Dustlands #1, de Moira Young – Vencedor do Costa Children’s Book Award em 2011 e do BC Book Prizes 2012, o primeiro livro da série Dustlands é uma aventura grandiosa, ambientada em um mundo futurista e violento. Na série distópica, Saba e seu irmão gêmeo, Lugh, sempre viveram no deserto da Lagoa de Prata. Quando uma gigantesca tempestade de areia chega trazendo quatro cavaleiros encapuzados, Lugh é capturado e Saba embarca em uma longa jornada para resgatá-lo.

capa do livro Desejos dos Mortos - série The Body Finder #2Desejos dos mortos – série The Body Finder #2, de Kimberly Derting – No segundo livro da série The Body Finder, Violet Ambrose continua tentando manter seu segredo — o dom de encontrar os corpos de vítimas de assassinato —, mas involuntariamente torna-se objeto de uma perigosa obsessão. Ao mesmo tempo, ela se dedica a investigar a família do recém-chegado Mike, novo amigo de Jay, e acaba descobrindo uma verdade capaz de colocar todos eles em perigo. Leia o primeiro capítulo.


EDITORA LEYA / LUA DE PAPEL

capa do livro Helena de TroiaHelena de Troia, de Francesca Petrizzo – Um navio retorna de uma intensa batalha pelas costas gregas. Uma mulher observa o contorno do Peloponeso na penumbra do crepúsculo. É a jovem Helena, oferecida pelo pai ao conquistador Menelau para garantir a paz e sobrevivência de seu povo. Uma fatídica decisão que seria carregada de tristeza e tragédia, porque Helena começa a buscar nos braços de outros aquilo que lhe fora negado. Numa narrativa lírica e original, esta obra traz a versão de Helena da história lendária que é conhecida em todo o mundo. A disputa que originou a guerra de Troia. De sua infância em Esparta aos anos turbulentos de sua união com Menelau e a fuga com Páris e todas as suas consequências. A vida de uma mulher que estava destinada ao poder, mas era movida a paixão e seu amor provocou uma das guerras mais famosas de todos os tempos.

capa do livro A Dança dos Dragões - As Crônicas de Gelo e Fogo #5A Dança dos Dragões – As Crônicas de Gelo e Fogo #5, de George R.R. Martin – O Norte jaz devastado e num completo vazio de poder. A Patrulha da Noite, abalada pelas perdas sofridas para lá da Muralha e com uma grande falta de homens, está nas mãos de Jon Snow, que tenta afirmar-se no comando tomando decisões difíceis respeitantes ao autoritário Rei Stannis, aos selvagens e aos próprios homens que comanda. Para lá da Muralha, a viagem de Bran prossegue. Mas outras viagens convergem para a Baía dos Escravos,onde as cidades dos escravagistas sangram e Daenerys Targaryen descobre que é mais fácil conquistar uma cidade do que substituir de um dia para o outro todo um sistema político e econômico. Conseguirá ela enfrentar as intrigas e ódios que se avolumam enquanto os seus dragões crescem para se tornarem nas criaturas temíveis que um dia conquistarão os Sete Reinos?


EDITORA AGIR

O Grupo Ediouro e seus selos Agir e Nova Fronteira são os mais recentes parceiros do Parafraseando Livros e tem dois lançamentos muito esperados agora em junho!

capa do livro Hades - série Halo #2Hades – série Halo #2, de Alexandra Adornetto – Bethany Church é um anjo no corpo de uma adolescente, enviado para combater as forças das trevas. Se em Halo ela estava se acostumando com a vida na Terra e lidando com os dilemas da idade, em Hades ela será levada às profundezas do inferno – e lá terá contato com o lado mais sombrio da natureza humana. A trilogia, que será concluída em Heaven, ganha um segundo capítulo repleto de ação e reviravoltas, no qual a batalha entre anjos e demônios cresce a patamares assustadores. Mas o elemento central da narrativa continua sendo o poder do amor, capaz de reduzir diferenças e promover a harmonia entre os mais diversos grupos.

capa do livro Sempre - série Os Lobos de Mercy Falls #3Sempre – série Os Lobos de Mercy Falls #3, de Maggie Stiefvater – Sempre é o final da amável trilogia de Maggie Stiefvater, Os Lobos de Mercy Falls. Desta vez, os riscos estão maiores do que nunca: enquanto o pai de Isabel planeja acabar com todos os lobos de uma vez por todas, Sam e Isabel procuram por maneiras de salvar a matilha, e Cole corre em busca de uma cura para Grace. Porém a peça central da série é o romance — entre Sam e Grace, claro, e entre Cole e Isabel — e a escrita brilhante e pungente de Maggie não desaponta. Sam e Grace roubam momentos doces e de tirar o fôlego juntos, durante o período das imprevisíveis transformações de Grace, e Cole e Isabel lutam para derreter o interior frio um do outro. Os leitores irão se derreter também, e encontrarão um satisfatório, porém não tão perfeito, final.


EDITORA BERTRAND BRASIL

capa do livro Caçadores de SombrasCaçadores de sombras, de Daniel Blythe – Há três semanas, Miranda May se mudou de Londres para Firecroft Bay com a família e, desde então, não consegue dormir direito. Suas noites são sempre invadidas pelo mesmo sonho, onde uma imagem desconhecida toma forma na escuridão. Sem compreender seu significado, Miranda decide chamá-la exatamente assim: a Forma. Nessa cidadezinha litorânea sem qualquer agitação – apenas um traço no mapa, a definição completa do tédio – é nos sonhos que algo verdadeiramente emocionante acontece.

capa do livro Os 13 TesourosOs 13 Tesouros, de Michelle Harrison – Com uma história repleta de fantasia e de mistério, Os 13 Tesouros, de Michelle Harrison, chega para tornar-se a nova febre entre os jovens. Vencedor do Waterstone’s Children’s Book Prize, uma das mais importantes premiações britânicas direcionadas a livros juvenis, e finalista de diversos outros prêmios, vendeu mais de 100 mil exemplares no Reino Unido. Tanya sempre foi uma garota diferente. Desde pequena ela consegue enxergar fadas. Não as que o leitor poderia imaginar, mas seres maus que tentam lançar feitiços nela. Quando, para protegê-la, sua mãe a envia para morar com a avó, Tanya descobre uma floresta onde 50 anos atrás uma menina desapareceu. Leia um trecho.


EDITORA UNIVERSO DOS LIVROS

capa do livro Unika - A Chama da VidaUnika – A Chama da Vida, de E.J. Allibis – Eve, Jack e Jo estão prestes a descobrir que um deles é um anjo e o guardião da Chama da Vida, uma das duas Entidades Fundamentais que governam o Universo. Mas qual dos três é o anjo? Qual é a sua verdadeira história? Por que seu coração carrega a Chama da Vida? O leitor acompanhará uma aventura sem igual por Sefira, o vale onde vivem os anjos, e enfrentará o Adlivun, a épica batalha entre o Bem e o Mal.


EDITORA SUMA DE LETRAS

capa do livro Travessia - série Destino #2Travessia – série “Destino” #2, de Ally Condie – Em busca de um futuro que pode não existir e tendo que decidir com quem compartilhá-lo, a jornada de Cassia às Províncias Exteriores em busca de Ky – levado pela Sociedade para uma morte certa –, mas descobre que ele escapou, deixando uma série de pistas pelo caminho. A busca de Cassia a leva a questionar o que é mais importante para ela, mesmo quando vislumbra um diferente tipo de vida além das fronteiras. Mas, à medida que Cassia tem certeza sobre o seu futuro com Ky, um convite para uma rebelião, uma inesperada traição e uma visita surpresa de Xander – que pode ter a chave para revolta e, ainda, para o coração de Cassia – mudam o jogo mais uma vez. Nada é como o esperado em relação à Sociedade, onde ilusão e traição fazem um caminho ainda mais confuso.

Vários lançamentos ótimos, continuações de séries que eu ainda nem comecei a comprar (T_T) e para mim, o #mustHave da lista é Dança dos Dragões! Desculpem o post tão longo. Vou tentar me organizar melhor para atualizar mais rápido as novidades!

Até a próxima! o/

fontes (site da Intrínseca | newsletter Leya | facebook da Bertrand Brasil | Livros em Série | Drafts da Nica)

Página 1 de 212